Passo a passo para driblar a mente e não ser refém da autossabotagem
Bia Albuquerque
Passo a passo para driblar a mente e não ser refém da autossabotagem

Os sabotadores são mecanismos automáticos do ser humano que, com a função inicial de tentar proteger o indivíduo de potenciais ameaças físicas e emocionais, na maioria das vezes, acabam atuando como obstáculos na conquista dos objetivos de uma pessoa. Essas ideias são apresentadas por Shirzad Chamine, em seu livro Inteligência Positiva.

Esses padrões são tão arraigados na mente humana que a questão não é se você se sabota, mas como você se sabota. Por isso, é muito importante conhecer as 10 perspectivas em que os sabotadores se manifestam no dia a dia.


Para não cair na armadilha dos sabotadores, além de tomar conhecimento da existência deles e dos seus tipos, é preciso que cada pessoa faça um exercício de aprofundamento em si mesmo, em busca de autoconhecimento, e tente identificar qual sabotador está em evidência em sua vida em determinado momento.

Conte com a ajuda deste passo a passo para driblar a mente e não ser refém da autossabotagem:

Dica de ouro: para a realização desta atividade, vale muito a pena separar um momento em que ninguém te interrompa e que você possa fazer reflexões. Responda com sinceridade e anote suas percepções.

1) Escolha uma área de sua vida

Depois você pode voltar e refazer esse exercício quantas vezes quiser, para todas as esferas da vida que desejar. Mas, é importante trabalhar um ponto de cada vez.

2) Defina qual seu sonho nesta área

É importante ter clareza em relação ao seu desejo. O que quer conquistar? Quando quer que se realize? Você consegue visualizar mentalmente como seria a cena da concretização deste sonho?

3) Identifique qual a maior dificuldade para realizar esse desejo

Analise os motivos de ainda não ter conseguido atingir seu objetivo, relembre experiências com tentativas anteriores ou mesmo se pergunte por que nunca tentou concretizá-lo.

4) Delimite o que gostaria de resolver com esse exercício

Novamente, a clareza é importante. Neste momento, perceba que, aparentemente, você sabe qual é o “problema” que impede sua conquista e também o que deve ser feito para superá-lo. Mas, mesmo assim, não consegue realizar seu sonho. Dessa forma, aqui fica mais evidente que a questão está relacionada aos sabotadores.

5) Observe seus pensamentos

O que vem à mente quando vai agir em direção à execução de sua meta? Responder a essa pergunta com sinceridade permitirá que você perceba o padrão oculto em sua mente, aquilo que está bloqueando a sua ação e, consequentemente, a sua conquista.

6) Busque a origem

Após observar seus pensamentos e identificar o bloqueio, responda: alguma vez alguém já falou isso para você? Aqui será identificada a origem dessa ilusão, que distorce a realidade. Geralmente vem da infância, a partir de algo que pais ou professores falaram para a criança. Ou pode ser um mecanismo autogerado, a partir da observação da realidade.

Leia Também

7) Analise sua reação

Quando você tem esses pensamentos, como você se comporta? Para de fazer o que estava fazendo com medo de críticas? Não finaliza uma atividade em busca de algo mais interessante? Encontra mil prioridades e deixa seu projeto de lado? Como você reage?

8) Encare a realidade

Leia Também

Quando você age como o descrito a partir do tópico anterior, quais resultados atinge? Você chega no ponto em que imaginou? Tais comportamentos estão sendo eficientes na realização do seu sonho?

9) Vire a chave

A esta altura você percebeu que certos padrões de pensamentos levam a ações que trazem resultados diferentes do desejado. Portanto, é hora de ter pensamentos diferentes. Passe a atuar como seu próprio advogado e conteste os sabotadores utilizando a racionalidade. Traga evidências de sua própria vida, relembrando fatos em que você fez algo que deu certo. Assim, irá provar para você mesmo que, diferentemente do que aquele sabotador que diz que você sempre faz tudo errado, você conseguiu sucesso naquela ocasião.

10) Reflita sobre as atitudes

No tópico anterior, você identificou a nova forma de pensar que deve adotar para driblar os sabotadores. E como uma pessoa que pensa desse novo jeito se comporta? Qual os resultados que ela atinge?

11) Traga para o concreto

A partir da análise desses pontos, é hora de fazer dessa proposta de mudança de padrão das ideias algo efetivo no dia-a-dia. Revisite suas anotações do tópico 4 (Delimite o que gostaria de resolver com esse exercício) e estabeleça atividades realizáveis para chegar onde quer chegar e a data que irá executá-las.

12) Reforce suas prioridades

Por que é importante executar essas ações? Responda a essa pergunta se conectando com o seu sonho. Dessa forma, irá se fortalecer na caminhada rumo à realização de seu objetivo.

13) Sempre alerta

É bem provável que aqueles bloqueios tentem dar as caras novamente, afinal, são uma ferramenta praticamente instintiva que tenta proteger o indivíduo. Por isso, é preciso refletir e ficar de olho sobre o que poderá impedir você de realizar essas atividades.

14) Previna-se

Já sabendo que isso pode acontecer, defina estratégias de o que você fazer para que o impacto não seja tão grande a ponto de atrapalhar seus planos. Você pode, por exemplo, escrever recadinhos de deixar em local visível, para que te ajudem a lembrar qual o seu propósito por trás de tudo isso.

15) Comemore tudo

Seja uma conquista pequena, um sonho grande ou uma pequena atividade que é um tijolinho na realização do seu objetivo, não deixe de comemorar. Mostre para você que está no caminho e vibre a felicidade. Se algo não deu certo, olhe com sabedoria e comemore por poder colher os frutos do aprendizado.

Quer mais?

Este exercício é uma ferramenta de autoconhecimento e pode ser muito útil em sua trajetória de realizações. Você pode aprofundar ainda mais nesse processo, identificando de maneira mais consistente seus padrões, encontrando as causas e trabalhando no sentido de expansão de sua consciência. Um terapeuta é um grande aliado nesse trabalho e pode te auxiliar a dinamizar esse processo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários