O que é radiestesia? Entenda a técnica e como praticar
Renata Prado
O que é radiestesia? Entenda a técnica e como praticar

A radiestesia é uma ciência que tem como objetivo medir e detectar campos energéticos através de alguns instrumentos. Essa capacidade de medição de energia se dá de forma suprasensorial. A radiestesia é sensibilidade, é percepção. O seu termo vem do latim, radius = radiação do grego aeshtesis = sensibilidade. Com a radiestesia podemos medir energia externas e internas, assim como equilibrar e harmonizar situações e indivíduos.

JÁ CONFERIU O HORÓSCOPO DE HOJE NO SITE DO JOÃO BIDU? VEJA AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

A prática da radiestesia vem acompanhando o homem ao longo da história. Desde a pré-história há relatos sobre imagens lapidadas em cavernas e que demonstravam varas de comando para localizar sua caça. Há também relatos do uso dela há mais de 4 mil anos na China, e por aí vai.  Ao longo da história, a radiestesia vem sendo utilizada para diversos fins, como detecção de água, localização de minérios, em pessoas, tratamentos médicos... Interessante, não é mesmo?!

Os instrumentos usados na radiestesia servem como antena amplificadora daquela energia sutil que se apresenta de forma supraconsciente. Com essa ferramenta, há uma infinidade de possibilidades de uso e de utilização em várias áreas, desde procurar objetos a harmonizar ambientes, fazer limpeza, aplicar junto a outros tratamentos. 

Eu uso em tratamentos terapêuticos ou para potencializar a energia de banhos, na indicação floral ou durante uma consulta de Tarot. Mas é muito importante que se tenha responsabilidade, estudo e muito treino.

Como a radiestesia funciona?

Para que a radiestesia tenha resultados, é muito importante que o operador esteja em estado de equilíbrio. 

Você pode iniciar por uma breve meditação; deve acalmar a sua mente, se concentrar, entrar em estado alpha. Muitas vezes quando estamos emocionalmente envolvidos ou em desequilíbrio, é muito provável que isso atrapalhe durante a comunicação com o pêndulo e a resposta certamente será errada.

O pêndulo trará resposta para você de sim ou não, positivo ou negativo. Por isso, não trate- o como um oráculo, pois não é! A radiestesia se trata de um método de captação de energia que é recebido pelo seu inconsciente, percebido pelo consciente e o movimento do pêndulo é a expressão física dessa energia sutil.

Alguns instrumentos usados na radiestesia

Há diversos instrumentos, entre eles temos:

  • Forquilha: um objeto em forma de Y, que pode ser de madeira, utilizado muito para localização de veios d’ água.
  • Aurameter: é basicamente utilizado para prospecção de energia, medição da aura e equilíbrio dos chakras.
  • Mesa radiônica: é um instrumento composto por vários elementos, usado para conexão divina, e avalia, mede e ajusta campos vibracionais. Existem diversos modelos. 
  • Pêndulo: é um peso ligado a um fio flexível, tem de diversos materiais, permite com que algumas vibrações do universo sejam percebidas pelo inconsciente do operador.

Testemunho: mas o que é isso?

Você deve sempre ter o testemunho, é como se fosse um DNA energético da pessoa em questão, que é nada mais nada a menos que um pedaço de papel, escrito o nome completo e data de nascimento do consulente ou da empresa.

Pode-se usar também uma foto 3x4, pedaço de unha ou fio de cabelo.

Uma coisa muito importante: nunca faça a radiestesia sem autorização e sempre pergunte ao pêndulo se é divino fazer aquele trabalho, ok?

Radiestesia com Pêndulo

O Pêndulo é considerado um dos objetos principais da radiestesia por ser muito mais suscetível à percepção da energia sutil e ter sua resposta mais concreta e assertiva dentro de diversos temas, desde diagnósticos de saúde, a encontrar pessoas. Sensacional isso, não é? 

Como programar o seu Pêndulo?

Prepare um local onde você não será incomodada(o). Após entrar em processo meditativo e limpar a sua mente, pegue seu pêndulo e o ajuste na sua mão de forma que ele possa se movimentar livremente. Concentre-se.

Dê o comando a ele: 

  • Girando para a direita ou vertical, será a informação positiva, sim, sintonia;
  • Girando para a esquerda ou horizontal, será informação negativa, não, falta total de sintonia;
  • Parado, será neutro, sem resposta, não conectado ou pergunta não bem formulada.

Provavelmente, ele vai começar a se movimentar para a direção da sua programação, caso não aconteça, você pode induzir para a direção que deseja e programar.

Programado, vamos para nosso treinamento.

Leia Também

Vamos praticar!

Escolheu seu pêndulo? Qual é o melhor? O melhor é aquele que você se afina, que você gosta, pode ser de qualquer material, forma, tamanho, eu por exemplo tenho vários modelos, porém, tenho um que é meu xodó, então, o melhor é aquele que você se sente confortável em usar e sinta uma ligação.

Escolha a melhor posição para segurar o pêndulo, porém, escolha uma distância confortável, de forma que seu pêndulo possa circular livremente e sem dificuldade.

Seu primeiro exercício será se familiarizar com o instrumento, você irá se concentrar e dar comando para as direções que você quer que o pêndulo vá. 

Continuando o treino, você deve fazer perguntas simples de forma objetiva e que depois você poderá confirmar, peça para que o pêndulo responda sim ou não.

Não se preocupe com erros e acertos, nesse momento é para você praticar, criar uma afinidade e desenvolver sua conexão.

Vou deixar aqui para você outro exercício muito simples utilizando as cartas de Tarot , para que você possa praticar diariamente o uso do pêndulo. Vamos lá!

Exercício com Tarot

Primeiro você deve preparar seu testemunho, com seu nome e sua data de nascimento, e  colocar sobre a mesa.

Em seguida, com seu baralho de Tarot em mãos, você deve embaralhar, selecionar três cartas, mentalizando que, entre elas, uma seja a orientação, o caminho ou direcionamento que você precisa, e colocá-las sobre a mesa viradas para baixo, na posição uma ao lado da outra.

Com o pêndulo na mão direita, você irá direcioná-lo sobre seu testemunho e colocar a mão esquerda sobre a primeira carta e pedir ao pêndulo que indique se aquela carta tem a energia, orientação que você precisa, caso o pêndulo não se manifeste, vá para a próxima carta e faça a mesma pergunta, e assim se for preciso faça com a terceira carta.

Identificada a carta, você irá virar e ver qual a mensagem, solução ou direção que o pêndulo trouxe para você. Viu só como é simples?

Você também pode fazer o mesmo passo acima e pedir um conselho para seu dia, para que cada vez mais a resposta seja efetiva. O importante é praticar e praticar.

Cuidados

Caso você seja adepta(o), pode fazer um pequeno rito de consagração para utilização do seu pêndulo.

Para limpeza você pode deixar por 24 horas mergulhado em sal grosso, após isso, lavar bem em água corrente, secar e guardar em um local seguro.

Outra forma, se ele for de pedra, você pode deixá-lo sempre próximo a uma pedra de selenita, que é considerada uma pedra que tem a característica de ser autolimpante e de limpar todas as outras pedras de energia negativas.

Lembre-se: estude e pratique, pratique, pratique!

Texto: Renata Prado, psicanalista e taróloga

Instagram: @renataprado.oficial

LEIA TAMBÉM

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários