Como transformar os 7 pecados em 7 virtudes
Redação João Bidu
Como transformar os 7 pecados em 7 virtudes

Que ninguém é perfeito todo mundo sabe. Mas muitas pessoas buscam a evolução a cada dia, mesmo em pequenas ações. Enquanto outras, mantém os sete pecados capitais muito presentes em suas vidas. Sabemos que todos nós cometemos esses pecados, uns com mais intensidade, outros menos. Contudo, com a adoção de algumas virtudes e ações do dia a dia, os exageros negativos podem se tornar qualidades na sua vida. 

Saiba como transformar os sete pecados em sete virtudes

1 Luxúria X Simplicidade

Atender aos desejos da carne e se render à valorização extrema de bens materiais não tornam o ser humano completo, como muitos pensam. Pelo contrário, para se levar uma vida pura, ponderada e satisfatória, é preciso, constantemente, manter hábitos simples e controlar possíveis desejos. Além disso, é fundamental que tais ações sejam condizentes com nossos pensamentos e nossas reais vontades.

2 Avareza X Generosidade

Em oposição ao egoísmo, que domina grande parte da humanidade, surge a generosidade. Devemos nos preocupar em ajudar o outro, não só com auxílios financeiros, mas também, com apoio humano. Fazer companhia a alguém solitário, por exemplo, é um ato tão simples quanto digno. Isso, sem esperar retorno, pois a satisfação está em ser generoso e não na retribuição ou gratidão alheia.

3 Gula X Temperança

Como uma forma de cobiça, a gula não é apenas o desejo insaciável por comida, mas também, o querer sempre mais. Exageramos na alimentação por pura vontade e, desse modo, tiramos o que seria do outro por direito. Se mantivermos a temperança e o equilíbrio em nossa vida, evitaremos problemas de saúde e de espírito. Saber alimentar adequadamente o corpo e a alma é ter sobriedade e autocontrole.

4 Preguiça X Força de vontade

Sentir-se cansada devido ao excesso de trabalho ou à correria do dia-a-dia é extremamente normal. O que não podemos permitir é que a preguiça tome conta do nosso corpo. A força de vontade de cumprir com os deveres, de exercer nossas próprias atividades e, principalmente, de estarmos bem dispostos é o que nos conduz a viver plenamente. Para isso, precisamos de motivação na vida.

Você viu?

5 Ira X Serenidade

Agir impulsivamente, dominada pela raiva e pelo ódio, não é, definitivamente, correto. Os problemas da vida não são resolvidos, nem mesmo amenizados, dessa maneira. O que adianta, de fato, é ter tranquilidade e agir serenamente na hora de encarar qualquer desafio. Se nos deixarmos influenciar pelo rancor e pela amargura, sofreremos mais e, talvez, magoaremos outras pessoas.

6 Inveja X Fraternidade

A inveja é, certamente, um dos sentimentos mais frequentes no ser humano. Perceber que o outro tem mais posses ou é feliz nem sempre agrada. Em vez de ficarmos contentes com a felicidade do próximo, desejamos tal sentimento, exclusivamente, para nós. Cultivar a fraternidade e compartilhar o que é bom com os outros não é difícil e deve ser uma regra natural de convivência.

7 Soberba X Modéstia

Ser humilde significa saber o exato sentido de “respeitar o próximo”. Ninguém deve se sentir superior ao outro, pois somos todos iguais. É preciso entender isso como verdade universal. Não deixemos que o orgulho nos cegue e que a arrogância conduza nossas atitudes. Sejamos modestos e tentemos amparar quem passa por necessidades.

LEIA TAMBÉM

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários