João Bidu

Sua Vocação vai além do seu Trabalho
Vanessa da Rocha
Sua Vocação vai além do seu Trabalho

Em tempos de crise econômica, restrições na atuação profissional, além dos demais desafios do cenário de pandemia, muitos de nós vem passando por um momento em que precisamos nos reinventar profissionalmente, seja pela perspectiva em que sua área de  atuação se encontra ou pelas exigências do mercado típicas de um momento de crise. 

Mas podemos ver nisso também uma oportunidade de encontrar tanto novas possibilidades de atuação, que sejam necessárias no cenário atual, quanto de nos conectarmos com algo que nos seja mais prazeroso e agregue valor ao coletivo nesse  momento de crise. 

Venho comentando nas redes sociais que o cenário astrológico atual, além de apontar diversos desafios que ainda temos pela frente, favorece que trabalhemos mais em grupos, em estruturas menos hierarquias, sendo mais autênticos, buscando a nossa autonomia (mesmo como funcionários) e para que tudo isso funcione, faz muito sentido que estejamos à vontade na atividade que estamos exercendo, pois, toda essa mudança exige  preparo e dedicação. 

Dentro desse contexto, gostaria de trazer a reflexão de que a nossa vocação vai muito  além de escolher um trabalho. É claro que termos uma atividade diária em que aplicamos  com alma aquilo que sabemos fazer, favorece e muito uma vida profissional realizada e próspera, mas será que temos uma única atividade definida para as nossas vidas em que podemos aplicar a nossa vocação? 

A palavra profissão, segundo o dicionário, traz em seu significado a definição de uma atividade para a qual o indivíduo se preparou para exercer e que o faz para obter os  recursos necessários para a sua subsistência. Já a palavra vocação nos remete a uma  aptidão, a um gosto natural e a um chamamento para exercermos algo.  

Na astrologia associamos a vocação, esse chamamento, ao nosso signo Solar, que nos  remete a vontade do nosso espírito de Ser nessa vida, àquilo que quando fazemos nos sentimos inteiros, realizados e por isso temos uma vontade natural de nos atualizarmos pois sabemos que aquilo nos faz bem e ilumina também o mundo em que vivemos, pois de alguma forma, é a nossa maneira de compartilhar a nossa luz. Por isso vai muito além do  trabalho em si, podemos pensar nessa vocação como algo que exercemos com muito prazer diariamente a todo o momento. 

E se o trabalho é aquilo para o que nos preparamos e a vocação é o que trazemos como  vontade essencial conosco, não precisamos entender que temos apenas uma opção de vocação profissional, pois podemos exercer a nossa vontade de diversas formas, inclusive  inventando novas possibilidades de trabalhar. Claro que analisando o Mapa Astrológico como um todo, é possível avaliarmos inclusive em quais áreas o indivíduo tem mais condições técnicas para se preparar e atuar. Mas o objetivo aqui é te auxiliar a refletir, nesse momento complexo que estamos vivendo em 2021, sobre quais habilidades você já  possui, para o que você já se preparou e qual a sua vocação, te auxiliando a ampliar a visão para novas alternativas no contexto atual. 

Para auxiliar essa reflexão, cito aqui a essência da vocação de cada um dos 12 signos e espero que esse conteúdo, somado a toda a sua bagagem, te traga insights que te  auxiliem a fazer as mudanças necessárias nesse ano tão desafiador, através da conexão com um trabalho que contribua para a sua subsistência, para a dos demais, mas que também te faça se sentir mais realizado e inteiro profissional e pessoalmente. 

ÁRIES: é o primeiro dos 12 signos, por isso é aquele que abre caminho para os demais, empreende, se arrisca, lidera sem medo do novo. Seu papel não é o de analisar os mínimos detalhes, mas de espalhar novas sementes por aí para que sejam semeadas e aprimoradas pelas demais. 

TOURO: é o signo que traz a consistência e a fertilização do que foi iniciado. Ajuda o  mundo a ser persistente, a realizar as coisas com concretude, mas nos lembrando de que para que isso aconteça é necessário ter paciência, seguir um ritmo constante e não pular etapas. Nos conecta ainda com os prazeres da vida, nos lembrando de que não adianta ter  recursos se não pudermos desfrutar deles e do conforto que nos proporcionam. 

GÊMEOS: são os mensageiros do zodíaco, àqueles que exploram e descobrem novas  ideias, novas formas de fazer e compartilham com o mundo. Sua curiosidade e inquietude os levam a descobertas que não devem ficar somente com eles, devem ser compartilhadas fazendo com que possamos vislumbrar novas possibilidades. São excelentes comunicadores e negociadores, nos ensinando que a mensagem pode ser compartilhada de forma clara, mas também flexível, sendo acessível a todos. 

CÂNCER: nos lembram da importância de colocar emoção no que fazemos e de lembrarmos que somos seres humanos, pessoas que vivenciam diversas emoções que não devem ser ignoradas. São os guardiões da cultura, dos velhos e bons costumes, da conexão e honra a nossa ancestralidade. E nos auxiliam a manter e mergulhar nessa conexão com as nossas emoções, a valorizarmos a nossa intuição, muitas vezes lidando diretamente com pessoas em seu dia a dia. 

Você viu?

LEÃO: são os que nos lembram que a vida pode ser divertida e alegre, mesmo que organizada. Que somos capazes de criar, de seguir a nossa vontade com coragem e ao mesmo tempo sendo generosos com as pessoas. Os leoninos têm o papel de mostrar para o mundo o que sabem fazer com humildade, mas sem apagar o seu brilho e assim, lembrar os demais que eles também podem seguir esse mesmo caminho. 

VIRGEM: os virginianos nos ajudam a ter autocrítica e a criticar minuciosamente o que temos feito, não criticando por criticar, mas porque sabem que estamos em constante processo de aperfeiçoamento e a importância de olharmos para isso, de valorizarmos os  detalhes. Por isso, contribuem com extrema eficiência na aplicação de novas metodologias, no controle de qualidade e na melhoria de processos para aumentar a eficiência. 

LIBRA: nos lembram da importância da harmonia, tanto nas relações quanto na beleza  das coisas com as quais nos conectamos. São os nossos diplomatas e mediadores de  conflitos, aqueles que nos mostram a importância de considerarmos os dois lados de uma  questão antes de tomarmos uma decisão, de preferência de uma forma imparcial e justa  para ambos os lados, pois afinal, não fazemos nada sozinhos. E são também os que vão  nos lembrar que a beleza e a harmonia estética fazem bem para os olhos e para a alma. 

ESCORPIÃO: o signo de escorpião nos lembra da importância de olharmos para aquilo que não queremos ver e que não queremos lidar, sejam questões emocionais, materiais ou espirituais. Vão fundo na compreensão das coisas buscando chegar na raiz dos  problemas e a partir disso, traçam uma estratégia para transmutar a questão e criar uma nova realidade. E por essa capacidade de encontrar soluções onde mais ninguém as vê, sua determinação nos auxilia a “renascermos das cinzas”. 

SAGITÁRIO: os sagitarianos são os exploradores, não só em busca de liberdade e novas  experiências, mas de uma nova compreensão da vida. Aprendem em contato com novas  culturas, com linhas de conhecimento, sejam elas acadêmicas, filosóficas ou religiosas,  pois tudo isso contribui para que expanda o seu olhar sobre a vida e sobre as diversas  possibilidades de se viver e de se fazer as coisas, descobertas essas que são  compartilhadas com os que cruzam o seu caminho.

CAPRICÓRNIO: o signo de capricórnio nos ensina que não há meta impossível de ser alcançada, que as coisas nem sempre são fáceis, que podem não se realizar no tempo  que gostaríamos, mas que com resiliência e uma boa administração, somos capazes de  construir bases sólidas e seguras. São exemplos de que trabalhar com dedicação e entrega pelas nossas metas, tendo a preocupação de saber diariamente para onde  estamos indo, vale a pena e fazem parte da construção de uma vida materialmente  satisfatória. 

AQUÁRIO: os aquarianos estão a frente do seu tempo, conectados com o futuro, com as  possibilidades que estão por vir e com isso, nos ajudam a romper padrões estabelecidos  que já não são ou não serão eficazes em breve. Para isso, muitas vezes andam na contramão do sistema e caminham solitários pois sabem que nem todos irão compreender ou aceitar suas ideias e ideais. Mas nos mantém conectados com a constante necessidade de evoluir e inovar. 

  • PEIXES: os piscianos vão nos conectar ao mundo da fantasia, da imaginação, da doação ao próximo e da conexão com a nossa intuição e o invisível. São os que nos encantam com a arte e com a música. Os que estão sempre dispostos a ajudar e servir cuidando das questões de saúde físicas e emocionais da sociedade e também de questões da vida prática, mas sempre de forma sensível, criativa e generosa.
  • TEXTO:  Vanessa da Rocha | Astróloga Vocacional e Empresarial

    INSTAGRAM:  @vanessastrologa

    LEIA TAMBÉM:

      Veja Também

      Mais Recentes

        Comentários