João Bidu

undefined
Vanessa da Rocha
Comece ou reestruture seu negócio aplicando Astrologia

A Astrologia é um conhecimento milenar que surge da observação do posicionamento dos Astros em comparação aos fenômenos naturais e acontecimentos na Terra, portanto é entendida como um estudo da sincronicidade entre o macro e o microcosmo. Inicialmente foi um conhecimento aplicado de forma mais coletiva, avaliando o destino da comunidade, o surgimento de pestes e o sucesso ou queda dos governantes. Isso foi possível a medida em que a matemática foi se desenvolvendo e através dela foi possível calcular antecipadamente as posições dos Astros e estruturar o que chamamos de previsões astrológicas.

Atualmente a Astrologia é bastante difundida para a análise da personalidade e previsões pessoais, mas pouco se fala sobre a aplicação em outras áreas como a de negócios. Por se tratar do estudo dos Astros em relação aos eventos práticos das nossas vidas, é possível ampliar essa análise também para as empresas com o objetivo de ampliar a consciência do empreendedor, empresário ou autônomo sobre o seu negócio e traçar um planejamento tático e estratégico se beneficiando das tendências astrológicas, buscando maior assertividade.

Na prática, podemos separar um processo de estruturação ou de reestruturação de um negócio, aplicando o conhecimento Astrológico, em quatro etapas principais: autoconhecimento do empresário, ampliação do conhecimento sobre o negócio, planejamento estratégico e planejamento tático. A etapa de autoconhecimento da pessoa que está a frente do negócio é muito importante pois por trás de negócios temos seres humanos com talentos e dificuldades, e saber o que nos motiva e quais são os nossos limites, é fundamental para construirmos um planejamento alinhado aos nossos valores e competências.

Nessa etapa, através da análise do Mapa Astrológico do empresário ou empreendedor, é possível avaliar quais são suas competências para a condução da empresa, os desafios, o que é preciso desenvolver e quais suas verdadeiras motivações na condução desse negócio, para que dessa forma seja possível traçar um plano de desenvolvimento individual e também avaliar se há algum desalinhamento entre suas motivações e valores e a forma que estruturou ou planejou o seu negócio. Desalinhamento esse que pode culminar em diversos problemas posteriormente. Na sequência é importante que se faça a mesma reflexão sobre o negócio em si. O que o diferencia da concorrência, quais são suas oportunidades de mercado e alinhar a visão e valores da empresa ao que verdadeiramente a motivou existir.

Além das metodologias já utilizadas comumente no mercado, o Mapa Astrológico da Empresa ou do empreendedor no caso de um autônomo, possibilita ampliar a visão sobre o negócio. Ampliando, por exemplo, o entendimento de oportunidades de mercado não somente com base em pesquisas do ramo em que está inserido, mas avaliando o que tende a dar mais certo para essa empresa em si, conforme a posição dos Astros. Podemos entender isso como um atalho, pois diante das diversas possibilidades de mercado, há algumas mais adequadas para a sua empresa.

Somente após essas duas primeiras etapas é possível estruturar um bom planejamento estratégico. Pois é possível definir metas e traçar um plano para atingi-las explorando o que a empresa e empreendedor tem de melhor e contemplando como lidar com adversidades e desafios em seu contexto particular.

Nessa etapa já é possível aprofundar informações dos Mapas da empresa e empreendedor avaliando o potencial de crescimento, se há a necessidade de algum ajuste da visão da empresa e começar a agregar as técnicas de previsão, alinhando o planejamento as tendências para o período.

Podemos na sequência entrar no que chamamos de planejamento tático, traçando os processos e ações diárias para atingir o alvo desejado, tanto financeiro quanto do impacto que a empresa deseja causar na sociedade. Essa tende a ser uma etapa de constante revisão, pois agora os resultados começam a ser mensurados e é possível checar o quanto as ações diárias então conduzindo a empresa ao seu objetivo maior. Aqui mais do que em qualquer outra etapa as técnicas preditivas e eletivas podem auxiliar a otimizar os resultados.

Pois auxiliam a priorizar as ações e a definir melhores datas para, por exemplo, lançamento de produtos e campanhas de vendas em momentos com favorabilidade para melhores resultados. Além disso, é válido o constante aprofundamento de ampliação da consciência do empreendedor sobre ele mesmo e sobre a empresa, através dos Mapas Astrológicos envolvidos, criando assim um processo contínuo de desenvolvimento do negócio e do profissional.

+ Inscreva-se no Clube João Bidu e receba conteúdo exclusivo! Basta baixar o app do Telegram no seu celular e entrar neste  LINK !

TEXTO:  Vanessa da Rocha | Astróloga Vocacional e Empresarial

INSTAGRAM:  @vanessadarocha.astrologia 

LEIA TAMBÉM:

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários