Tamanho do texto

Experts da Galeria Produções contam os segredos para aparecer melhor diante das câmeras e produzir vídeos com muito mais qualidade

Hoje em dia, com tanta tecnologia, ficou quase impossível ficar longe do mundo digital de alguma maneira, principalmente da nova onda: os vídeos . Você pode não ser um cinegrafista profissional , mas quer produzir conteúdo  e sempre que dá, pega umas dicas com um amigo e outro, não é mesmo?

Para quem iria seu "Marilene não se mete"? Veja a história que bombou na web

5 dicas de como fazer um vídeo amador parecer profissional
Divulgação
5 dicas de como fazer um vídeo amador parecer profissional

Fazer um vídeo amador e que pareça profissional  pode dar um pouco de trabalho, mas não é aquele bicho de sete cabeças. Isso, claro, se você seguir as dicas certas de quem já entende do assunto, como é o caso de Kleber Pessolato, jornalista, e Guilherme Pinheiro, cineasta, criadores do Galeria Produções  - que sempre prezam por qualidade artística para seus trabalhos e buscam inspiração em diversas manifestações culturais. 

Com duas webséries autorais já finalizadas e trabalhos realizados na área da dança, cinema, teatro, moda, gastronomia e até criação e produção de conteúdo para um canal no YouTube, a Galeria Produções quer continuar inovando e trazendo um novo olhar sobre o audiovisual.

Veja as 5 dicas que os experts descataram para você mandar super bem na próxima gravação:

Dica 1. Atente-se ao enquadramento

O que você precisa mostrar na imagem? Pense bem o que você está focando, sem deixar nada de importante de fora e nem mostrar coisas desnecessárias. Se o que importa é alguém falando diretamente para a câmera, por exemplo, tente evitar abrir muito o plano e opte por não distrair o espectador com muita informação.

Dica 2. Evite ficar muito próximo da lente

Dependendo da lente utilizada para fazer gravações ou fotos (mesmo as lentes de celulares que são grande angulares), elas distorcem um pouco o objeto em primeiro plano, ou seja, você pode ficar com o formato do rosto diferente. Outra dica importante, é tentar sempre enquadrar a pessoa na altura do olhar.

Dica 3. Preocupe-se com a iluminação

Verifique se o ambiente onde você está gravando tem uma boa entrada de luz. Caso seja um lugar fechado, certifique-se de que há iluminação suficiente (se necessário/e possível utilizar algum tipo de iluminação auxiliar, ainda que seja a lanterna do celular). Sempre opte por gravar a favor do sol/luz e nunca no contra luz (que é quando o sol está batendo diretamente na lente, a não ser que seja proposital para algum tipo de efeito na imagem).

Dica 4. Cuidado ao captar o som

Priorize gravar áudio em espaços mais silenciosos e sem muita movimentação. Quando gravar ao ar livre, preocupe-se também com o vento, pois o mesmo pode prejudicar muito o seu trabalho final.

Dica 5. Se possível, trate a imagem depois de gravada (ou fotografada)

Existem diversos aplicativos que tratam, de maneira bem simples, a imagem depois de captada. Esse artifício pode ajudá-lo a fazer o seu vídeo ficar com uma aparência mais profissional e até compensar alguma falha que teve no momento da captação.

Klebber Pessolato e Guilherme Pinheiro, da Galeria Produções
Divulgação
Klebber Pessolato e Guilherme Pinheiro, da Galeria Produções

Com essas dicas, não tem mais desculpa para fazer os seus vídeos. Quer conhecer um pouco sobre o trabalho deles? Acessem o facebook  e o instagram  da Galeria Produções.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.