Tamanho do texto

Vic Ferreira tem 18 anos e escreve ao iG Teen para falar sobre as descobertas e aventuras da vida na adolescência

Hoje vim falar sobre uma pergunta muito recorrente para todo estudante do colegial: o que fazer depois da escola ? Trouxe várias dicas bem legais pra te ajudar a decidir qual curso superior escolher: 

Dúvidas sobre como escolher o curso superior? Veja algumas dicas
Reprodução
Dúvidas sobre como escolher o curso superior? Veja algumas dicas


Elimine opções

Começar eliminando as coisas que você não faria de jeito nenhum porque não tem nada a ver com você, vai te ajudar muito a escolher um curso superior . Eu, por exemplo, eliminei qualquer profissão de "exatas", porque é uma coisa que eu realmente não tenho prazer em estudar. Também eliminei Direito porque não me vejo trabalhando com a profissão. Fazer isso vai te deixar com uma lista menor de opções.

Coisas que eu diria a mim mesma com 13 anos

Pesquise

 Existem MUITAS profissões! Tem curso que a gente nem ouve falar e outros que ouvimos falar, mas nem sabemos o que fazem, por isso é muito importante pesquisar. Leia o máximo que puder sobre a maior quantidade de profissões que puder, dessa forma, você vai ter pelo menos uma listinha daquelas profissões que você tem interesse.

O que te faz mais feliz?

Dinheiro é uma consequência daquilo que fazemos bem. E fazemos bem aquilo que nos faz feliz. Sei muito bem o quão difícil está o mercado para jornalistas e o quão instável são nossos empregos. Mas eu sei também que fazer isso é o que me faz feliz, é o que eu amo e farei com prazer. Quero trabalhar em algo que eu tenha prazer em acordar hiper cedo ou nem dormir porque mesmo estando muito cansada, aquilo vale a pena.

Por que meninas se decepcionam com a primeira vez?

O que você faz de melhor?

Além de saber o que te faz feliz, é necessário saber o que você faz bem. Os dois juntos são uma combinação super importante para decidir seu curso. É claro que ninguém nasce sabendo e faculdade existe pra te ensinar e/ou te aperfeiçoar, mas ter uma aptidão para aquilo vai te ajudar e muito. Eu, por exemplo, acho que o que faço de melhor é fotografar e escrever, então, jornalismo foi a escolha que juntava esses dois.

Converse com profissionais

Agora que você já possui uma lista das profissões que tem interesse, está na hora de conversar com pessoas que trabalham com isso ou que estão nesses cursos. Dessa forma, você vai poder ter contato com a realidade e não apenas com o que você imagina. Não converse apenas com uma pessoa, abra seu leque. As pessoas são diferentes e percebem/sentem as coisas de maneiras diferentes. 

Imagine seu futuro

Eu acho que essa é provavelmente a etapa mais importante. Já escolheu o seu futuro curso? Agora tente se imaginar exercendo a profissão, se imagine na rotina desse profissional, você consegue? E gosta do que consegue imaginar? Se a resposta for sim, você está pronta pra começar a faculdade. Se a resposta for não, recomece essa lista. O que acontece é que, muitas vezes, a gente se apaixona pelo ideal de um curso, mas não consegue se imaginar realmente sendo um profissional dessa área.

É interessante falar que é completamente normal se sentir perdido ou mudar muito de opinião nessa fase. Nós ainda estamos nos descobrindo e decidir qual curso superior e o que fazer pelo resto da vida é extremamente difícil. Você precisa saber que o mundo não acaba depois que a escola acaba e nenhuma decisão é eterna, ou seja, está permitido mudar de opinião lá na frente e levar o tempo que precisar pra decidir.

_______________________________________________________________________________________________________

Victoria Ferreira tem 18 anos e escreve para o iGTeen
Reprodução/Instagram
Victoria Ferreira tem 18 anos e escreve para o iGTeen

* Victoria Ferreira tem 18 anos e escreve às quartas no iGTeen. Ela é do signo de Áries, fotografa iniciante e estudante do primeiro semestre de Jornalismo. Cupim de livros, rata da internet e viciada em séries. Gosta de conversar sobre tabus e assuntos que mais ninguém gosta de falar: "Para mim, os assuntos que as pessoas mais temem debater são os mais importantes". Vive em uma eterna discussão consigo mesma e sua cabeça nunca para. Foi exatamente por isso, que começou a escrever: para colocar esses pensamentos no papel, ou nas telas.Fonte: Delas - iG @ http://delas.ig.com.br/igteen/2016-07-27/adolescencia-carta-passado.html

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.