Tamanho do texto

Sexóloga Laura Muller tira as dúvidas das leitoras

A Adriana* revelou o seguinte: “Tenho 15 anos e tive minha primeira relação sexual faz alguns dias. Logo após o quarto dia, eu comecei a sentir uma ardência na hora de fazer xixi e uma coceira. Não quero de maneira alguma contar para minha mãe. O que posso fazer?” Vamos lá:

Ardência e coceira

– Quando a gente inicia a vida sexual, está sujeita mesmo a vez ou outra sentir coçar, arder etc. Toda vez que algo assim ocorre, é importante procurar o médico ginecologista para tratar e parar de sentir incômodos como esses. Isso pode ser sintoma de alguma infecção ou outro tipo de alteração na região vaginal. Ou até mesmo, em alguns casos, de DSTs. Mas tenha calma! Isso não é bicho-de-sete-cabeças: basta ir ao médico para o especialista examinar e tratar.

Após a primeira vez, é possível uma vez ou outra sentir coçar e arder
Thinkstock Photos
Após a primeira vez, é possível uma vez ou outra sentir coçar e arder


O cuidado com o corpo

– Aliás, a partir da iniciação sexual é importante que as garotas e as mulheres agendem uma visita anual ao médico ginecologista, para ver se está tudo ok com a saúde sexual e ter os cuidados que forem necessários. O médico também terá outro papel fundamental: decidir com você um método para evitar a gravidez fora de hora. Em geral, ele recomenda para as adolescentes a pílula de baixa dosagem hormonal.

+  Existe risco de gravidez na masturbação mútua?

O uso de camisinha

– Desde a primeira transa, é importante usar camisinha, seja na penetração vaginal, no sexo anal ou oral. Há meninas que têm alergia ao látex da camisinha, e isso também causa coceira e ardor. Para esses casos, recomenda-se a camisinha feminina, que é feita de outro material (como a borracha nitrílica) que não costuma causar alergia.

Sexo sem neuras: é verdade que a pílula só protege a partir da segunda cartela?

Contar ou não para a mãe

– Isso é uma decisão sua. Você é que sabe se quer contar ou não. Mas, mesmo que não conte, algo será importante: agendar um médico ginecologista. Veja como você fará isso, pois a consulta é de grande importância para uma vida sexual saudável, responsável e prazerosa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.