Tamanho do texto

Ao preparar a ceia, cuidado com os pratos que irá servir aos pequenos. Nutricionista dá dicas para acertar na alimentação das crianças nas festas

Nessa época do ano, os preparativos estão voltados para as festas de fim de ano : confraternizações, presentes e muita comida. Diante disso, algumas dúvidas podem surgir: será que as crianças podem comer os mesmo pratos que os adultos? É preciso preparar uma alimentação especial para elas?  

Leia também: Ceia de Natal em casa: saiba como organizar tudo sem passar estresse

A alimentação das crianças também requer atenção nas festas de fim de ano.
Shuttersock
A alimentação das crianças também requer atenção nas festas de fim de ano.


O que é permitido?

O primeiro passo para acertar no planejamento da  alimentação dos pequenos em eventos especiais como Natal e Ano Novo  é pensar qual a idade das crianças que estarão presentes no dia. A partir disso é possível escolher os melhores pratos de acordo com as especificidades de cada idade. 

Pensando nisso, Gislaine Donelli, nutricionista do "Empório da Papinha", listou os principais íteis que podem ser preparados nas refeições segundo a idade das crianças. 

Para crianças de 1 a 2 anos:

○ Arroz à grega ou arroz com uva passas (se possível, integral ou negro)

○ Carnes brancas sem gordura

○ Lentilha

○ Salada de legumes sem maionese e azeitona

○ Frutas como: uva sem semente, lichia, manga e melancia

○ Suco sem açúcar 

Para crianças de 3 a 5 anos :

Além dos alimentos indicados acima, elas também podem comer:

○ Farofa sem gordura e temperos prontos

○ Bacalhau (certifique-se que não está muito salgado)

○ Pernil, se estiver muito bem assado

○ Maionese, mas sem exageros

○ Sobremesa mais elaborada, porém, sem exagero

Leia também: A alimentação correta das crianças de acordo com a faixa etária

O que deve ser evitado?

"É sempre bom evitar o excesso de açúcar, embutidos, alimentos gordurosos, maionese e refrigerante", orienta a nutricionista. Além dos pais estarem sempre atentos aos excessos, eles devem cuidar para que alimentos com muito sódio, como o tender, não sejam consumidos pelos pequenos. E sempre que possível, evitar as carnes suínas no geral. 

"Vale lembrar que quanto mais tarde esses alimentos forem apresentados aos pequenos, melhor para a saúde", explica Gislaine. Afinal, se as crianças adotarem uma rotina de alimentação saudável desde cedo, possivelmente irão se tornar adultos mais seletivos nas escolhas e, consequentemente, mais saudáveis.

Leia também: Alimentação saudável para as crianças - como ensinar seu filho a comer bem

Como fazer substituições?

Pensar em substituições é o ideal para elaborar a alimentação das crianças nas festas.  No lugar de carnes suínas, que podem ser pesadas para os pequenos, é possível preparar um frango caseiro, seco e desfiado. "De sobremesa, a salada de frutas é sempre uma boa pedida", sugere a nutricionista. Por fim, sempre substitua refrigerante por suco natural. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.