Tamanho do texto

"Eu sou a mãe mais malvada do mundo", disse a americana ao compartilhar a história em suas redes sociais

Jaime com o marido e filhos
Reprodução/Facebook
Jaime com o marido e filhos

Jaime Primak Sullivan é uma escritora americana que usa suas redes sociais para compartilhar um pouco de sua vida com os filhos. Recentemente, Jaime publicou um texto polêmico que se iniciava com "Então... eu sou a mãe mais malvada que já existiu em toda a história".

No texto, ela conta que levou seus três filhos a um restaurante depois do jantar para eles tomarem sorvete como sobremesa. Depois de uns cinco minutos, chamaram o número deles e, "a moça (talvez, com uns 17 anos) deu um sorvete na mão de cada uma das crianças. Nenhuma a olhou nos olhos. Nenhuma a agradeceu. Nem para ela, nem para mim... Então esperei. Contei até 10", escreveu Jaime.

Segundo a escritora, a atendente ficou apenas olhando enquanto ela levava as crianças até a parte de fora do estabelecimento para uma medida drástica: "Eu calmamente recolhi os sorvetes deles e meus filhos me assistiram horrorizados a despositá-los na lixeira mais próxima".  

A reação dos pequenos foi a esperada: os três começaram a chorar e a gritar. A americana relata que fez isso como uma lição, e explicou a situação a eles quando estavam mais calmos.

"Eu expliquei que, um dia, se eles tivessem sorte, iriam trabalhar em um cargo como o daquela moça. E eu esperaria que as pessoas o enxergassem. Enxergassem de verdade. Olhassem os olhos deles e dissessem "obrigado". Nós somos muito grandes aos 8, 7 ou 5 anos (idade dos filhos) para passar por nossos dias sem exercitar boas maneira e decência humana honestamente".

Divisão de opiniões
A atitude da mãe gerou polêmica.Os mais de 35 mil comentários na postagem tiveram opiniões divergentes. 

Uma mulher que também trabalha em restaurante e se sente ignorada muitas vezes agradeceu a atitude da escritora americana: "Obrigada por incutir bons hábitos e decência humana em seus filhos". E completou, dizendo que todos deveriam trabalhar em restaurante ao menos uma vez na vida: "Eu acho que isso mudaria o jeito que muitas pessoas agem quando saem para comer".

Mas para outra mãe, a atitude foi um pouco exagerada: "Eu teria voltado ao lugar do sorvete e feito eles pedirem desculpas por não terem agradecido"

E você, o que achou da atitude de Jaime?


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.