Tamanho do texto

Depois de 18 meses viajando por 58 países, italiano concluiu que as crianças de diferentes nacionalidades se parecem muito: "Elas só querem brincar"

O fotógrafo italiano Gabriele Galimberti passou 18 meses visitando 58 países com o objetivo de registrar as crianças de diferentes nacionalidades acompanhadas de seus brinquedos favoritos.

Lucas, de Sydney, na Austrália
Gabriele Galimberti
Lucas, de Sydney, na Austrália


"Elas só querem brincar"

No projeto batizado de "Toy Stories" ("Histórias de Brinquedos", em tradução livre), o fotógrafo percebeu que as crianças em grande parte do mundo são muito parecidas entre si, e só querem brincar, mas a maior diferença notada foi o comportamento das crianças de diferentes classes sociais. 

Farida, de Cairo, no Egito
Gabriele Galimberti
Farida, de Cairo, no Egito

"As mais ricas eram mais possessivas. No começo, elas não queriam que eu tocasse no brinquedo delas, e eu precisava de mais tempo antes que deixassem eu brincar com elas", conta Galimberti.

O fotógrafo ainda percebeu que os brinquedos revelam as esperanças e ambições de quem os comprou: "Fazendo este projeto eu aprendi mais sobre os pais do que as crianças".

Entre as crianças mais pobres, o italiano teve maior facilidade para tocar nos brinquedos e arrumá-los para as fotos: "Mesmo se elas tinham apenas dois ou três brinquedos, elas não ligavam", explica Galimberti que ainda disse que na Africa as crianças brincavam, na maior parte do tempo, com os seus amigos fora de casa.

Uma criança que chamou bastante a atenção do fotógrafo foi Maudy, uma menina que nasceu e cresceu em um pequeno vilarejo na Zâmbia: "Ela cresceu brincando na rua com outras crianças do vilarejo. Todas frequentavam a mesma escola, em que alunos de 3 a 10 anos estavam na mesma sala de aula".

Ele explicou que poucas crianças eram "sortudas o bastante" para ter brinquedos. "Maudy e suas amigas encontraram uma caixa cheia de óculos de sol na rua, que rapidamente se tornaram seus brinquedos favoritos."

Maudy, de Kalulushi, na Zâmbia - país localizado no centro-sul do continente africano
Gabriele Galimberti
Maudy, de Kalulushi, na Zâmbia - país localizado no centro-sul do continente africano


Para ver mais fotos e histórias do projeto, acesse o site  do fotógrafo.

Leia também:
Qual a quantidade ideal de brinquedos para o meu filho?
Fotos mostram o que as crianças comem nas merendas escolares pelo mundo


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.