Tamanho do texto

De acordo com pesquisa da Norton, 49% dos pais já tiveram danos na segurança por conta do uso de tecnologia pelos filhos

No período de férias escolares, em que as crianças passam tanto tempo em casa, alguns pais veem o uso de tablets, smartphones e computadores como alternativa para entretê-las. No entanto, é preciso ter cuidado. Segundo estudo da Norton, empresa de segurança digital, 49% dos pais já tiveram sua segurança virtual comprometida por causa dos filhos no último ano.

Smartphones, tablets e computadores são mais perigosos quando usados por crianças
Thinkstock/Getty Images
Smartphones, tablets e computadores são mais perigosos quando usados por crianças


Uma em cada quatro crianças fizeram download de vírus no próprio computador ou no computador da família. Outra grande ameaça são as falsas mensagens que, na realidade são golpes: 12% das crianças respondeu a esquemas de sorteio, 11% clicaram em links enviados por SMS e 9% respondeu a outros golpes onlines por e-mail.

Até as senhas dos pais correm riscos: 8% dos filhos já compartilharam as senhas ou usaram-nas indevidamente.

É preciso cuidado
Quase todos os pais (96%) se preocupam com a segurança online de seus filhos, mas apenas 80% faz algo para protegê-los. A principal atitude tomada para tentar controlar o comportamento digital dos pequenos é restringir o acesso a certos sites (60%). No entanto, ainda mais da metade dos pais, 58%, verifica o histórico de navegação dos filhos e 53% limitam as informações pessoais que são disponibilizadas nas redes sociais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.