Tamanho do texto

"Masterchefs" Erick Jacquin, Paola Carosella e Jiang Pu começaram a cozinhar ainda pequenos e garantem que cozinha é um lugar seguro para crianças

Henrique Fogaça, Paola Carosella, Ana Paula Padrão e Erick Jacquin participam do MasterChef Júnior
Reprodução
Henrique Fogaça, Paola Carosella, Ana Paula Padrão e Erick Jacquin participam do MasterChef Júnior

O "MasterChef Júnior" estreia no Brasil nesta terça-feira (20) e conta com apresentação de Ana Paula Padrão, juri formado pelos chefs de cozinha Erick Jacquin, Paola Carosella e Henrique Fogaça, 20 competidores e participação especial de Jiang Pu, ex-participante do reality.

+ Como envolver as crianças nas tarefas domésticas

A versão da competição culinária para crianças trouxe uma série de discussões em relação à presença dos pequenos na cozinha. O manuseio de faca, eletrodomésticos e a proximidade com o fogo são práticas consideradas perigosass, mas a equipe do programa garante: essa visão é equivocada. 

Vinte crianças participam do MasterChef Júnior
Divulgação
Vinte crianças participam do MasterChef Júnior



Ana Paula Padrão lembra que, antigamente, era comum os filhos ajudarem as mães nas tarefas domésticas.

Exemplo disso são os chefs Erick Jacquin e Paola Carosella, que começaram a cozinhar logo cedo; ele, com 5 anos, e ela, com 4, quando ajudavam as avós a plantar, colher, matar animais e prepará-los. 

"Cozinhar é uma diversão e, assim como qualquer outra brincadeira, existem riscos, mas, se a criança se machuca uma vez, ela aprende que aquilo é perigoso e não faz nunca mais", garante Jiang Pu, que também foi criada dentro da cozinha ajudando a mãe e preparava as próprias refeições. 

Benefícios para a educação

A cozinha pode ser uma peça importante na educação e desenvolvimento da criança. "A melhor maneira de seu filho comer de forma saudável é fazer com que ele conheça as coisas. Ajudando na preparação de brócolis ou cenouras, ele terá afinidade com esse tipo de alimento e comerá sem reclamar.", diz Paola, cria a filha, Francesca, de 4 anos, dessa maneira. 

Paola Carosella e a filha Francesca
Reprodução
Paola Carosella e a filha Francesca

"Incentivo minha filha a cozinhar desde que ela conseguiu sentar no banquinho e ficar na altura da bancada. Ela gosta muito, mas também gosta de colocar a mesa, tirar a mesa, lavar a louça. Uma coisa que me preocupa é que criança não é de cristal, que nada pode acontecer. Quando os pais pensam assim, ela acaba não podendo fazer coisas que deve. Ela pode assistir à Peppa Pig, mas não pode cozinhar. O engraçado é que, quando a criança tem dez anos, reclamam que ela não arruma a cama, mas como ela vai saber que tem que fazer se não era permitido antes? Não se pode pedir para um adolescente fazer tudo que você não o deixou fazer quando criança. Eles têm que aprender desde cedo que as coisas não se fazem sozinhas e que eles têm que fazer para que o mundo aconteça", explica Paola. 

Paola compartilhou foto no Instagram com a legenda 'cozinha também é lugar de criança'
Reprodução
Paola compartilhou foto no Instagram com a legenda 'cozinha também é lugar de criança'


Supervisão

É sempre muito importante que a criança esteja acompanhada de um adulto durante tarefas mais elaboradas na cozinha. Por mais que ela esteja acostumada, mexer com certas coisas é perigoso e a presença de alguém mais velho pode evitar um acidente. 

No "MasterChef Júnior" não será diferente. Além da equipe de psicopedagogas que ajudam com as questões emocionais dentro da competição, os chefs dão dicas durante o preparo dos pratos, os pais são liberados para acompanhar as gravações e uma equipe de bombeiros está sempre preparada para qualquer imprevisto. 

Quebra do paradigma

Para Erick Jacquin, o programa pode mudar, e muito, a cultura dos brasileiros. "Acho que esse programa vai mudar a vida gastronômica dos brasileiros. Vai provar que criança pode cozinhar e fazer coisas diferentes com ousadia e criatividade e que isso é a coisa mais bonita do mundo. Hoje, o dia a dia do Brasil é uma comida que se repete, a gente pode comer outras coisas além de arroz, feijão, carne de panela e batata frita".

Você concorda com a presença de criança na cozinha?


Conheça os participantes e a equipe do "MasterChef Júnior"



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.