Tamanho do texto

Apesar de ser notadamente um desejo mais comum entre as mães, pesquisa indica que parar de trabalhar começa a ser uma questão importante também para os pais brasileiros

Quando o assunto é dedicação aos filhos é comum que a imagem mais associada seja a materna. Mas o desejo de se colocar à disposição dos filhos, apesar de ainda ser mais comum entre elas, é também cada vez mais uma vontade dos pais.

Uma pesquisa realizada pela Catho, empresa de recrutamento online, para celebrar o Dia dos Pais, que será comemorado no próximo domingo (09), entrevistou aproximadamente 100 homens entre 36 e 45 anos de diferentes regiões do Brasil. Segundo o estudo, cerca de 25% dos homens que têm filhos gostariam de deixar o trabalho para cuidar das crianças.

Pesquisa identifica que cerca de 13% dos pais já deixaram o mercado de trabalho em algum momento para cuidar dos filhos
Thinkstock
Pesquisa identifica que cerca de 13% dos pais já deixaram o mercado de trabalho em algum momento para cuidar dos filhos

Entre os entrevistados, a pesquisa também identificou que 13,2% dos pais já deixaram o mercado de trabalho em algum momento para cuidar dos filhos e mais da metade disse ter se afastado do trabalho entre um e dois anos.

No que diz respeito à tarefa de equilibrar o dia a dia profissional com a dedicação ao lar, 57,4% dos homens entrevistados disseram sentir que não passam tempo suficiente com a família. Os pais entrevistaram apontaram que gostariam de presenciar mais os passeios em família, os momentos importantes na vida das crianças e brincar com os filhos.

Leia mais:
50 dicas de presente para o Dia dos Pais
Como a paternidade mudou a vida deles
Licença-paternidade: cinco dias são suficientes?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.