Tamanho do texto

"Farei tudo que puder para continuar aqui para minha filha e meu marido”, revela Heather McManamy sobre a ideia dos bilhetes

Heather McManamy em entrevista à WPXI
Reprodução/WPXI
Heather McManamy em entrevista à WPXI


Desde que recebeu diagnóstico do câncer terminal, a norte-americana Heather McManamy, de 35 anos, começou a escrever cartões com conselhos e frases de encorajamento à filha de quatro anos. Foi a forma que encontrou para estar “presente” no futuro de Brianna.

Ela já escreveu mais de 40 cartões, incluindo alguns para os momentos especiais na vida da filha, como quando ela ela tirar a carteira de motorista, o dia do casamento e quando tiver o primeiro filho. Além dos recados escritos, Heather também gravou vídeos para que a filha veja no futuro.

Cartões já escritos por Heather que serão lidos pela filha Brianna no futuro
Reprodução/WPXI
Cartões já escritos por Heather que serão lidos pela filha Brianna no futuro

O primeiro diagnóstico de Heather foi de câncer de mama em 2013. Mas no ano seguinte ela descobriu que a doença havia se espalhado para os ossos e o fígado e que não seria mais possível se recuperar.

“Foi ainda mais difícil quando eu me deparei com a pilha de cartões. É uma representação física da quantidade de coisas que eu vou perder”, disse em entrevista à WPXI.

Heather é casada há 13 anos e conta que eles têm uma relação muito especial, principalmente, porque vê a filha Brianna como uma personificação do amor do casal. “Ela é uma criança especial, cheia de empatia e se importa muito com as outras pessoas”, contou.

Heather disse que espera apenas que a filha seja feliz, não importa o caminho que siga. “Se Brianna for honesta com ela mesma, tudo ficará bem”, desabafou.

“Eu farei tudo que puder para continuar aqui para minha filha e meu marido. Eu acho que ainda tenho esperança. Ainda não estou pronta para dizer adeus.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.