Tamanho do texto

"Sou amigo da sua mãe": com explicação bem simples de quem era, americano revela como é fácil convencer crianças a deixar um desconhecido entrar na casa delas; assista

Primeiro, ele fez um "experimento social" mostrando como é fácil raptar uma criança.  Passeando pelo parque com um cachorrinho muito fofo, o homem se aproxima e começa um diálogo com as crianças. Depois, pede que ela o acompanhe usando a desculpa de que tem outros filhotes para mostrar. E assim consegue fazer com que a criança o acompanhe para longe dos pais. O vídeo teve mais de 8,5 milhões de visualizações.

Entre o toque na campainha e o consentimento para entrar na casa, tudo acontece muito rápido e sem que a criança se dê conta do perigo
Reprodução
Entre o toque na campainha e o consentimento para entrar na casa, tudo acontece muito rápido e sem que a criança se dê conta do perigo

Agora, Joey volta e escancara mais um perigo. Dessa vez, dentro da própria casa das crianças. Com um pedido bem simples, o americano consegue entrar na residência com o consentimento dos filhos dos moradores. Ele não conhece as crianças ou mesmo a família que mora naquela casa, mas, ainda assim, entra livremente.

"Oi, sua mãe está?". Essa é a primeira abordagem do americano ao tocar a campainha e ser recepcionado pelas crianças. Logo depois do filho informar onde a mãe está, Joey fala que é amigo dela e pede para entrar. A criança deixa.

Tudo acontece bem rápido e sem que a criança se dê conta do perigo. Joey informa no vídeo que ligou para os pais, anteriormente, pedindo autorização para realizar o experimento.

Assista ao vídeo (em inglês) e veja a facilidade de Joey para entrar nas residências:

Leia também:
Como ensinar crianças e adolescentes a não aceitar nada de estranhos
Pais subestimam riscos da internet, diz especialista no combate à pedofilia

>>> Curta a página do Delas no Facebook e siga o @Delas noTwitter <<<