Tamanho do texto

Rory Banwell começou o projeto "Still Not Asking For It" quando ficou grávida de uma menina e percebeu a reação negativa ao contar o sexo do bebê: "Disseram para meu marido que era hora de comprar uma arma"

A fotógrafa australiana Rory Banwell engravidou de uma menina em 2014 e quando ela e o marido Alex deram a notícia aos amigos, a reação não foi muito positiva. "Disseram ao Alex que era hora de comprar uma arma, outros falavam que deveríamos protegê-la apenas por causa do gênero. Ficamos despontados.", explicou ela ao jornal DailyMail.

Rory Banwell criou o projeto 'Still not asking for it'
Reprodução
Rory Banwell criou o projeto 'Still not asking for it'

Por conta disso, ela resolveu criar o projeto "Still Not Asking For It" ("Não estou pedindo por isso", em tradução livre) e desde então ele vem ganhando cada vez mais espaço. Com repercussão na imprensa internacional, Rory decidiu compartilhar todas as fotos do ensaio em seu Facebook. "Espero que compartilhando esse projeto ele possa ser impulsionado e o mundo todo veja. Desejo ter a oportunidade de clicar novamente.", escreveu ela. 

'Não quero que minha filha seja uma em quatro'. A frase se refere a estatística de mulheres que sofrem violência
Reprodução
'Não quero que minha filha seja uma em quatro'. A frase se refere a estatística de mulheres que sofrem violência

Nas imagens mulheres e homens aparecem com frases de desconstrução escritas em seus corpos. "Silêncio esconde violência", "Álcool não é uma desculpa", "Meus peitos são para alimentar" e "apenas sim significa sim" são algumas das frases. Veja as fotos. 

'Ninguém merece isso'
Reprodução
'Ninguém merece isso'


'Vou ensinar meu filho melhor'
Reprodução
'Vou ensinar meu filho melhor'


'Culpe os estupradores, não as vítimas'
Reprodução
'Culpe os estupradores, não as vítimas'


'Meios seios são para alimentar'
Reprodução
'Meios seios são para alimentar'


'Só sim significa sim'
Reprodução
'Só sim significa sim'



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.