Tamanho do texto

Amor e trabalho: veja como será o ano para os sagitarianos com as previsões da astróloga Monica Horta

Previsão para Sagitário: Um grande amor pode passar muito perto, mas existe risco do sagitariano não perceber
Arte iG
Previsão para Sagitário: Um grande amor pode passar muito perto, mas existe risco do sagitariano não perceber

Os sagitarianos vão entrar no novo ano astrológico com a corda toda. O grande triângulo dos signos de fogo que vai iluminar o céu desse dia vai ser formado por Marte na primeira casa, o Sol e Urano na quinta e a Lua em Leão na casa das grandes viagens, dos estudos superiores e da filosofia. Tudo o que faz parte da natureza dos filhos de Júpiter.

Como o ano novo astrológico começa com o ingresso do Sol em Áries, eles sempre encaram tudo o que esse céu promete como um desafio à própria capacidade. Mesmo tendo de lidar com a exigência e a severidade de Saturno, que está neste signo desde o ano passado e ainda fica por lá no ano que vem, eles vão ter belas chances de vitória  aproveitando uma energia que não pertence só a eles mas a toda a humanidade.

Até a proximidade entre Saturno e Marte que, em princípio é uma configuração difícil, pode funcionar bem. Com Marte em trígono com o Sol e Saturno em trígono com Urano, suas ações espontâneas vão ganhar em precisão o que perderem em impulsividade e seus questionamentos e dúvidas vão ter como consequência respostas novas e criativas.

Amor

Uma das mais importantes configurações do céu no momento do ano novo astrológico vai influenciar diretamente a vida amorosa dos sagitarianos.

A belíssima conjunção entre Vênus e Netuno no signo de Peixes promete uma capacidade quase infinita de amar e pode dar sentido à consciência de vulnerabilidade emocional que está acompanhando os sagitarianos desde 2011, quando Netuno entrou neste signo.

Mas a harmonia entre Marte e o Sol na casa dos romances oferece uma coragem afetiva capaz de superar a timidez e o medo de sofrer que vem dos planetas em Peixes. Essa timidez, ou sensação de desproteção que vive escondida debaixo da aparente confiança dos filhos de Júpiter vai ser ainda alimentada pela posição de Mercúrio que rege a casa dos relacionamentos estáveis e está meio tonto, ou muito distraído no mesmo signo que Vênus e Netuno.

Resumindo isso tudo, um grande amor pode passar muito perto, mas existe um risco muito grande do sagitariano não  perceber o que está acontecendo . No entanto, o que começar este ano vai ser tão bonito que tem todas as chances de se aprofundar e se tornar estável no ano que vem. A fala preferida de Saturno é: não tenha pressa!

Trabalho  

Se a vida afetiva dos sagitarianos vai ser dirigida por uma configuração quase mágica, a vida profissional vai receber a influência de uma outra configuração tão importante quanto, que tem a vantagem de estar firmemente ancorada na realidade.

O regente de Sagitário, Júpiter, começa o ano no signo de Virgem em harmonia com Plutão, o planeta do poder e das grandes transformações no signo de Capricórnio. Esta posição de Plutão está revolucionando a vida econômica e material dos sagitarianos desde 2008, quando ele entrou no signo de Capricórnio.

A grande crise internacional atingiu diretamente a vida dos nativos de sagitário e pode tanto ter tirado muito, como ter trazido muitos recursos criando situações difíceis de administrar.  Mas, desde a metade de 2015, com a chegada de Júpiter ao ponto mais alto do céu deles, as possibilidades de resgate de perdas ou reorganização de ganhos já começaram a se delinear.  Mas só em 2016, com a diminuição na tensão coletiva vai ser possível concretizar o que até agora são só boas esperanças.    

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.