Tamanho do texto

A energia transformadora de Escorpião prepara a viagem audaciosa de Sagitário

Novembro começa de um jeito e termina de outro bem diferente. Os primeiros dias vão acontecer sob a influência de duas configurações distintas, mas igualmente harmoniosas.

Sol em Escorpião e Netuno em Peixes nos ajudam a acreditar em um mundo melhor
Arte iG
Sol em Escorpião e Netuno em Peixes nos ajudam a acreditar em um mundo melhor

Enquanto a harmonia entre o Sol em Escorpião e Netuno em Peixes nos ajuda a acreditar na possibilidade de um mundo melhor o encontro entre Vênus e Marte no signo de Virgem nos estimula a arregaçar as mangas e organizar o que precisa ser organizado. Como Júpiter, o mais benéfico dos planetas, está por perto estes movimentos devem ser muito bem sucedidos.

Em relação á vida pessoal de cada um, esta influência não podia ser mais romântica.  O Sol e Netuno espalham uma nuvem amorosa que suaviza e dá sentido à centelha de desejo que é despertada por Vênus e Marte. Fique atento e escolha com cuidado. Os amores que começarem perto do dia das bruxas vão ter o poder dos encantamentos.

Ainda no dia 2, Mercúrio entra em Escorpião e oferece um grau de intensidade surpreendente em todas as formas de comunicação.  Pode parecer que, de repente, as pessoas ganharam olhos de raio-x capazes de perceber o que está por trás das palavras e atitudes pautadas pelas normas sociais.

Esta energia ao mesmo tempo romântica e produtiva permanece no céu até o dia 11, mas um pouco modificada pela entrada de Vênus no signo de Libra que acontece no dia 8.

Poderosa por estar no signo que ela mesma rege, a deusa do amor vai exaltar a elegância, o refinamento e a diplomacia, mas, ao se afastar de Marte, o senhor do desejo, vai dar uma “esfriada” em todos os relacionamentos.

O excesso de exigência estética pode fazer com que relacionamentos ou acordos que poderiam ser ótimos deixem de acontecer.

A Vênus de Libra começa atuando sozinha, mas logo faz uma parceria com Saturno para “cortar o barato” da influência sonhadora de Netuno.

Mas o que vai se perder em fé e em  romantismo vai se ganhar em produtividade por causa da harmonia entre o Sol e Júpiter. Juntos, os dois oferecem um otimismo e uma confiança que vai ajudar a superar desilusões e a conseguir resultados palpáveis dos esforços  destinados a resolver problemas da vida material.

Mas a solidão de Vênus dura pouco. No dia 12 Marte entra em Libra e põe a sua força a serviço da arte e do amor. Segundo a tradição astrológica, Marte em Libra está mal, fraco, mas às vezes é neste signo que ele aparece no mapa de grandes atletas como Pelé ou Ronaldo fenômeno.  

Nestes casos, a força se submetida ao perfeccionismo  de Vênus fez surgir o “futebol-arte”.

Não é qualquer um que consegue usar bem essa energia, mas quando isso acontece os resultados são esplêndidos.

Os dias do meio do mês vão ser muito positivos. Graças à harmonia entre Vênus e Saturno e entre Mercúrio e Júpiter vai ser possível se fechar bons negócios, esclarecer mal entendidos e fazer escolhas lúcidas.

A partir do dia 20 a sensibilidade dos signos de água vai começar a ser superada pela energia  entusiasmada, e ás vezes exagerada, dos signos de fogo. Mercúrio entra em Sagitário no dia 20 e espera pelo Sol que chega lá no dia 22.

Mas a alegria e o amor ao conhecimento de Sagitário podem ser distorcidos  pela tensão que vai vir da quadratura entre Vênus, Plutão e Urano.  Nesse tempo, o bom senso e a lucidez de Libra vão entrar em choque com a energia controladora de Plutão em Capricórnio e com a rebeldia de Urano em Áries.

Pelo menos até o dia 24 é melhor não entrar em disputas nem se expor a situações de risco.     

Com o começo do tempo de Sagitário, todos nós vamos ser tocados pelo espírito aventureiro que inspirou as grandes navegações.  Mais do que em outras épocas do ano, vamos sentir necessidade de ampliar horizontes e de encontrar um sentido maior para a vida.

Como o Sol, Mercúrio e Saturno vão estar em quadratura com Netuno  o céu não vai permitir “viagens”  apoiadas em falsas expectativas  ou sonhos  que não estejam fortemente ancorados na realidade.

O mês termina com um belo triângulo de signos de fogo que vai trazer a esperança de que o espírito libertário de Urano em Áries seja integrado ao nosso dia a dia e consiga superar a força conservadora que está sendo alimentada por Plutão em Capricórnio.    

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.