Tamanho do texto

Comentários racistas, preconceituosos, pedófilos, homofóbicos são feitos diariamente nas redes sociais; por que as pessoas agem assim? Especialistas explicam

Durante a semana, comentários de usuários nas redes sociais em  relação a participantes do "MasterChef Junior"  (relembre os comentários na galeria) trouxeram à tona uma série de discussões e uma pergunta que permeia todos os debates: o que encoraja as alguém a ter atitudes desrespeitosas e até criminosas na rede? 


Segudo Jacob Henrique Goldberg, doutor em psicologia, o assunto é muito sério porque fatos como "frustração sexual encorajam esses criminosos".

Ele explica: "Pessoas que usam o Twitter ou qualquer rede social para esse gênero de postagem, em geral, são frustradas sexualmente. E, um indivíduo recalcado, com complexo de inferioridade, age dessa forma com crianças e adolescentes para se sentir superior, diferente de quando a relação é com uma mulher adulta", explica. 

Dr. Jacob Pinheiro Goldberg
Reprodução
Dr. Jacob Pinheiro Goldberg

Jacob explica que, através da internet, o sujeito que pratica um crime virtual se sente poderoso porque pensa estar compensando sua impotência.

Onda de perversidade

O especialista afirma que, sem punição adequada, ações desse tipo podem causar estragos sociais ainda maiores. "O núcleo psicótico desse indivíduo é o mesmo de um estuprador e a punição tem que ser igual para ambos porque eles estimulam uma onda de perversidade criminosa que acaba influenciando a sociedade", analisa.

+Exclusivo: Caso do "MasterChef Junior" gera desabafo: "Fui estuprada aos 4 anos"

Online x off-line

Segundo Paulo Crepaldi, especialista em Neurociência Aplicada, além dos transtornos sociais, a maioria das pessoas ainda não compreende que a vida online afeta a off-line e que as ações nas redes já afetam o dia a dia de todos.

Paulo Crepaldi
Divulgação
Paulo Crepaldi

O que é karma virtual?

Na era das pessoas conectadas, qualquer frase ou atitude pode influenciar nas relações pessoais, de trabalho ou familiares. Mas, então, por que as pessoas continuam tendo comportamentos reprováveis na internet? Paulo explica três motivos que encorajam as pessoas a assumirem identidades criminosas e agressivas nas redes.

Ele continua. "A vida off-line é a que todo mundo está acostumado e a vida online, a da internet. Hoje em dia, as duas se juntaram, mas muitas pessoas ainda não perceberam isso e não estão prontas para esse karma virtual", explica Paulo, sobre o nome usado para as consequências dessas atitudes.

Três motivos 

1. Assincronismo: "é o famoso 'te vejo mais tarde'. Deixo minha opinião lá, viro as costas e saio, não preciso enfrentar o que vem depois. Posso postar e nunca mais aparecer e, na verdade, isso é uma falta de coragem", indica.

2. Dissociação: "é quando se tem uma persona online e uma off-line, ou seja, se tem personalidades diferentes e se escondem atrás disso. Existem pessoas que têm tanto medo disso que não colocam nada pessoal, é o caso dos perfis fakes".

3. Inconsciente: "cada pessoa interpreta a mesma mensagem de maneira diferente. O inconsciente cria o personagem e essa imaginação pode pegar qualquer coisa e transformar em uma ação", conclui Paulo.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.