Tamanho do texto

É normal que os sentimentos mudem ao longo da relação, mas preste atenção se está passando mais tempo fora de casa e trata seu parceiro com indiferença

Será que o amor simplesmente acabou? Esta é a pergunta que muitos se fazem quando o relacionamento parece estagnado. Antes de tomar uma decisão precipitada, no entanto, é melhor ter certeza do que sente.

“Nossos sentimentos mudam constantemente, temos que aprender a escutá-los", aconselha Cecília Zylberstajn, psicoterapeuta de adolescentes e adultos. “Não é a amiga, o terapeuta ou os familiares que dirão o momento certo de terminar uma relação. Esta é uma decisão baseada num sentimento, não numa ideia”, completa.

Em caso de resposta afirmativa, procure não lutar contra, mas sim aceitar o fim como um fato da vida. "O término é um episódio de transição importantíssimo; devemos tentar aprender o máximo possível com momentos como estes”, explica o Dr. Ricardo Monezi, psicobiólogo e pesquisador da UNIFESP.

Confira seis sinais de que você pode estar preso a um casamento sem amor:

1. Não há mais interesse pelo outro

Quando perdemos o interesse tanto sexual quanto intelectual pela pessoa com quem vivemos, devemos nos questionar. “Em um relacionamento amoroso, é normal que a gente se interesse pelo que a pessoa faz, pelo o que ela pensa e como ela reage”, enumera Cecília.

2. Outras pessoas começam a parecer cada vez mais interessantes

Quando estamos insatisfeitos, é comum que comecemos a procurar por soluções fora do relacionamento. Se isso está acontecendo com frequência, talvez seja algo a ser conversado. Apenas não encare o fato como algo irreparável. “Este sinal é um sintoma, não uma sentença”, esclarece Cecília.

3. Há muito ressentimento entre os dois

Assuntos mal resolvidos podem tornar a relação insuportável. Quando erros do passado não são devidamente perdoados, o rancor pode dar a tônica da relação. Muitas vezes, no entanto, ainda há espaço para a resolução.

Procure, por meio do diálogo franco, cicatrizar as feridas e recomeçar a relação do início novamente. "Nas relações afetivas não existem remendos”, diz, Antonio Carlos Amador Pereira, professor de psicologia da PUC-SP. “O melhor é começar tudo de novo.”

4. Você passa mais tempo fora do que em casa

Se você alonga o expediente no trabalho sem necessidade ou passa as noites no bar, sempre adiando a volta para casa, é melhor ficar atento. “Quando a pessoa fica demasiado tempo fora do lar, este é um sinal de que ela não se sente bem junto ao parceiro”, explica Pereira.

5. O sentimento amoroso deu lugar à indiferença

Não é que você não gosta de seu parceiro ou sente raiva dele, você apenas não se importa mais. “Esse sentimento de indiferença é comum quando o amor não está mais presente”, relata o psicólogo da PUC. “É algo do tipo: tanto faz se ele está ali ou não.”

6. Todas as tentativas de recuperação do relacionamento já foram feitas

Vocês já tentaram de tudo: passar mais tempo juntos, fazer menos críticas ao outro, apimentar a relação. Nada, no entanto, parece surtir efeito duradouro. “Quando esgotamos todas as tentativas de resolução para um relacionamento, é mais fácil conseguir ouvir o sentimento que nos indica o término da relação”, aconselha Cecília.