Tamanho do texto

Não importa a área de atuação, mulheres bem-sucedidas são focadas e jamais abrem mão de seus propósitos; veja outras características marcantes (e comuns!) nesse grupo que se destaca na vida e no mercado de trabalho

O modelo contemporâneo de sucesso inclui alguns elementos importantes, além dos tradicionais valores de recompensas financeiras e estabilidade na carreira, por exemplo. 

Para as mulheres o sucesso também envolve fatores subjetivos como satisfação pessoal, equilíbrio entre vida pessoal e profissional, realização intelectual e bem-estar.

"A mulher realizada com o trabalho certamente é uma profissional que consegue equilibrar os desafios da carreira com a qualidade de vida e os relacionamentos, sobretudo se houver estrutura familiar, com filhos e marido”, resume Flora Victoria, fundadora e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Coaching.

Mas existe um conceito chamado ‘Síndrome da Supermulher’ em que mulheres idealizam a perfeição e, por isso, se julgam responsáveis pela felicidade e a satisfação de todos. São pessoas que não sabem dizer ‘não’ e assumem compromissos dos quais não conseguem dar conta.

Flora explica que a busca por evolução contínua, superação e resiliência estão em outro patamar e não podem ser confundidas ou atreladas a uma suposta 'perfeição'.

“Pessoas bem-sucedidas têm noção de seus erros, por isso jamais vão se considerar perfeitas”, aponta.

Para a empresária e ilustradora Aline Jorge a mulher realizada é aquela que faz o que ama e que não vê as tarefas como uma obrigação.

“Acho que descobrir o que gosta e ir atrás com força de vontade é o ponto central. É como naquela frase da (chef americana) Julia Child: ‘Encontre algo que você ama e mantenha-se tremendamente interessado nisso’”, cita.

Aline demorou a encontrar seu caminho profissional, mas aprendeu que nunca é tarde para mudar o rumo.

“Depois de ter descoberto meus pontos fortes e começado a trabalhar com o que amo, muita coisa mudou. Poder ter a própria empresa e trabalhar com amor é muito gratificante”, diz.

Ela conta que ainda quer trabalhar em projetos internacionais, cursar mestrado, escrever e ilustrar livros, dar palestras e realizar muitos outros planos.

"Almejo tanta coisa! Acho que temos que sempre ter sonhos e metas, se não acabamos estagnandos”, conclui.

Conheça algumas características em comum das mulheres que se destacam em suas áreas de atuação. E isso vale para executivas, profissionais liberais, empreendedoras e até donas de casa. Em geral, são mulheres que:

Fazem o que gostam

Tudo que é feito com paixão e energia tende a ser melhor. Por isso, as mulherem que trabalham em sua área de interesse costumam render bons resultados e ter prazer durante a atividade. Dificilmente uma pessoa que trabalha com o que não gosta atinge o sucesso.

São atualizadas

A mulher bem-sucedida, normalmente, está em sintonia com as exigências do mercado de trabalho e se mostra interessada em buscar novas formações. Para isso, é importante que ela acompanhe com frequência as novidades de sua área profissional.

Sabem "se vender"

Elas não só reconhecem o próprio valor, como também fazem com que os outros à sua volta saibam destas capacidades. Afinal, de nada adianta ser bom em algo e não saber mostrar isso. Mulheres de sucesso sabem expor de forma positiva (e não arrogante) as suas competências.

São positivas, proativas e se planejam

São mulheres que vão atrás de seus interesses com insistência e que planejam como vão realizar suas metas. Um plano sem uma estratégia dificilmente será bem-sucedido.

Cultivam suas relações

Em geral, as pessoas que estão à volta das mulheres de sucesso exercem grande influência na vida profissional e pessoal dela. Outra característica marcante é a preocupação em manter essa rede de contatos ativa, por meio de ligações, eventos, almoços e e-mails.

Mantêm uma boa aparência

Uma mulher que se cuida fica mais preparada para atingir e manter o sucesso. Mulheres que conciliam boa aparência e qualificação pessoal e profissional são admiradas e disputadas pelo mercado  de trabalho.