Tamanho do texto

Empresário produziu o vídeo para promover o turismo na cidade de Mooloolaba

Reprodução/Youtube
"Natalie Aymot" é, na verdade, uma atriz paga para participar do viral

O vídeo de uma jovem francesa procurando por homem australiano que a teria engravidado durante uma viagem de férias viralizou nas redes sociais, mas tudo não passou de uma armação, segundo informações do jornal Huffington Post Australia.

No vídeo, a moça que se identificou como "Natalie Aymot" afirmava ter conhecido um rapaz loiro e de olhos azuis em uma festa na última noite em Mooloolaba - cidade turística da Austrália -, por quem se apaixonou à primeira vista. No dia seguinte, ela teria retornado à Paris e descoberto que havia perdido o celular e, consequentemente, o nome e o número dele. Seis semanas depois, ela supostamente descobriu que estava grávida.

A atriz Alizee Michel e o empresário Andy Sellar
Reprodução/Youtube
A atriz Alizee Michel e o empresário Andy Sellar

A história chamou a atenção de muitos internautas que queriam ajudar a jovem, mas também levantou suspeitas de que poderia ser uma armação. O fato de que "Natalie" não sabia o nome da pessoa com quem teve uma noite de amor recebeu críticas dos mais céticos, o que fez com que a verdadeira história por traz do pedido de ajuda viesse à tona.

Na última terça-feira (01), a jovem postou um vídeo nas redes sociais revelando ser, na verdade, a atriz Alizee Michel, e dizendo que tudo não passou de uma jogada de marketing. Ao lado dela, o idealizador do viral e dono de uma empresa de turismo, Andy Sellar, explicou o motivo de ter feito o vídeo.

"Esse foi um vídeo viral criado para promover Mooloolaba. Meu nome é Andy Sellar e sou dono da companhia de mídias sociais Sunny Coast. Nosso negócio é fazer vídeos virais", revelou o australiano.

"Nós queríamos colocar Mooloolaba no mapa, porque é um lugar maravilhoso. Então, obrigado por assistir e faremos muitos e muitos outros vídeos como esse", concluiu.

A reação dos internautas ao saberem a verdade, no entanto, não foi nada positiva. Enquanto alguns postaram xingamentos e ameaças nos comentários do vídeo, outros disseram que essa foi uma maneira estúpida de promover o local e o próprio negócio.

>>> Curta a página do Delas no Facebook e siga o @Delas noTwitter <<<

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.