Tamanho do texto

#ProjectWomanKIND reúne depoimentos de cinco modelos curvilíneas que mostram que ter autoestima não significa estar feliz o tempo todo

De lingerie, modelos plus size fazem campanha e relatam que ter autoestima não significa estar feliz o tempo todo
Divulgação
De lingerie, modelos plus size fazem campanha e relatam que ter autoestima não significa estar feliz o tempo todo

Na mesma semana em que o Instagram baniu a hashtag “curvy” (curvilínea em português), com a justificativa de estar relacionada a conteúdo pornográfico, a modelo australiana Jessica Vander Leahy, 27, divulgou projeto pessoal que encoraja as mulheres a se sentirem bem com seus tipos físicos. 

Batizada de #ProjectWomanKind, a ação consiste em uma série de vídeos divulgados no Youtube que trazem depoimentos de cinco modelos pluz size. Elas compartilham, em vídeos individuais, as angústias e inseguranças de não se encaixarem no padrão imposto pela mídia e sociedade - sentimento compartilhado por mulheres de todo o mundo.

As modelos contam que se habituaram com críticas constantes e veem a rejeição como parte do trabalho. No entanto, a experiência as ensinou a vencer inseguranças através da confiança. Mas esse comportamento é uma batalha de altos e baixos, como relata Jessica no vídeo: “Hoje, eu me sinto ótima com meu corpo. Mas há dias em que, como todo mundo, eu acordo e penso ‘O que diabos eu estava pensando quando pensei que era bonita? Como que alguém já pode beijar essa rosto? e depois, eu supero, sigo em frente.”

Nos vídeos, as modelos compartilham as angústias e inseguranças de não se encaixarem no padrão imposto pela mídia e sociedade
Divulgação
Nos vídeos, as modelos compartilham as angústias e inseguranças de não se encaixarem no padrão imposto pela mídia e sociedade

A intenção é evidenciar que ter autoestima não anula a possibilidade de pensamentos negativos e que, no final, o importante é reconhecer que defeitos e marcas transformam cada pessoa em uma beleza única.

Além de Jessica, os vídeos mostram relatos de Olivia Langdon, Sophie Sheppard, Stefania Ferrario e Margaret Macpherson. O projeto foi levado também ao Instagram, no qual o perfil oficial divulga fotos das modelos com lingerie acompanhadas de legendas de incentivo.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.