Tamanho do texto

Colunista explica por que algumas mulheres evitam o sexo oral e dá dicas de como quebrar o tabu e ter prazer com a prática

"Adoro fazer oral na minha esposa, só que ela não gosta. Ela diz que não sente prazer em receber oral, que a vagina dela é estranha, suja, etc. Já deixei claro que não tenho nojo de gosto ou cheiro. As poucas vezes em que praticamos, foi depois do banho, com higiene bem feita.  Queria muito que ela gostasse de receber oral, quem sabe assim ela chega ao orgasmo? 

É normal a mulher não gostar de receber oral? Esse meu desejo de sentir o gosto da vagina é normal?  Como convencê-la?"

Os feromônios sexuais femininos contidos nos ácidos vaginais provocam grande excitação nos homens, principalmente durante o sexo oral
Thinkstock/Getty Images
Os feromônios sexuais femininos contidos nos ácidos vaginais provocam grande excitação nos homens, principalmente durante o sexo oral

A recusa pela prática do sexo oral está relacionada a existência de tabus de caráter religioso e moral; mitos e preconceitos em relação aos seus genitais ou apenas uma questão de preferência pessoal. 

Muitas mulheres nunca olharam para seus genitais e já concebem que é feio e sujo, pelo contato com os fluídos corporais como sangue, urina e fezes. Algumas, ficam inibidas em relação a posição (pernas abertas), pois se sentem expostas.

Atendo jovens que relacionam a prática oral a um comportamento imoral ou “errado”, segundo seus preceitos religiosos. Ou seja, a idade não é definição de que tudo está bem resolvido sexualmente.

Por outro lado, as preferências devem ser respeitadas. Muitas mulheres se excitam mais com o coito, com a masturbação, com o sexo anal, com as fantasias do que com o oral.

Muitas mulheres nunca olharam para seus genitais e já concebem que é feio e sujo, pelo contato com os fluídos corporais como sangue, urina e fezes. Algumas, ficam inibidas em relação a posição (pernas abertas), pois se sentem expostas"

Já a prática do sexo oral no homem deixa a mulher mais feliz, segundo estudo realizado pela State University of New York (EUA). Isto porque entre os mais de 50 diferentes componentes químicos contidos na estrutura do sêmen estão o cortisol, a estrona, a prolactina, a oxitocina, o hormônio liberador de tirotropina, a melatonina e a serotonina. Todos ele atuam como modificadores do estado de ânimo.

Já, os feromônios sexuais femininos contidos nos ácidos vaginais provocam grande excitação nos homens, principalmente durante o sexo oral.

Caro leitor, sua esposa precisa fazer um reconhecimento melhor da região genital. Peça para ela, depois do banho, olhar toda a genitália com a ajuda de um espelho e em seguida colocar o dedo na vagina, cheirar e lamber. Uma vagina saudável não tem cheiro e nem gosto forte. Isso pode mudar sua forma de pensar.

Pelo seu relato, parece que ela tem uma disfunção sexual chamada anorgasmia (ausência de orgasmo nas relações sexuais). Em caso positivo, ela precisará de tratamento para ter maior prazer no sexo e também encontrará respostas para a sua aversão ao sexo oral. O tratamento indicado é a terapia sexual.

Aproveito sua pergunta para deixar dicas preciosas para a prática do sexo oral:

1- Procure uma posição que seja boa para o casal.

2- Não tenha pressa. Um bom sexo oral é feito com calma, com capricho. Passar a língua rapidamente e ir para a próxima prática não excita a mulher.

3- Crie expectativas, não vá direto ao clitóris . Inicie as carícias com a língua abaixo do umbigo e vá em direção ao púbis. Contorne os grandes lábios vaginais, volte em direção ao púbis para somente depois chegar ao clitóris e aos poucos acaricie toda a região. 

4- Não coloque pressão demais no clitóris , ele é sensível. Além disso, a língua bem molhada é importante nessa hora.

5- Faça movimentos variados com a língua e não morda, a não ser que ela peça.

6- Varie o ritmo e aumente a intensidade dos movimentos na medida em que ela sinaliza maior excitação.

7- Estimule dois pontos para aumentar a excitação: língua e dedo . Enquanto estimula com a língua o clitóris, faça movimentos com o dedo dentro de sua vagina ou na região genital. Poderá tocar outro lugar do corpo se ela pedir.

8- É muito excitante para ambos fazer o sexo oral por trás, com ela na posição de 4 apoios.

9- Chupe com delicadeza o clitóris, isso a levará às nuvens.

10- Podem usar géis ou produtos eróticos apropriados para a prática oral, para variar.

+++ Veja as melhores posições para o sexo oral:


_______________________________________________________________________

Fátima Protti
Arquivo pessoal
Fátima Protti

Fátima Protti é psicóloga, terapeuta sexual e de casal. Pós-graduada pela USP e autora dos livros "Vaginismo, Quem Cala Nem Sempre Consente" e "Sexo, Amor e Prazer".

Escreva para a colunista: delas_amoresexo@ig.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.