iG Delas

Colunistas

enhanced by Google
 

Mirna Zambrana

Construa e reforme com planejamento

Mirna Zambrana é formada em arquitetura e urbanismo pelo Mackenzie. Sócia de Aurélio Martinez Flores, tem vasta experiência em projetos residenciais e comerciais

Projete a borda de sua piscina

Conheça os tipos de borda e saiba quais os requisitos para cada um

18/08/2011 15:55

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-
Compartilhar:

Colírio para os olhos, a piscina contemporânea ganha novas possibilidades de finalização. Entre elas, cito alguns modelos de borda:

Convencional: com pedra ligeiramente arredondada e com o nível da água um pouco abaixo da borda. Apropriada para as piscinas do tipo raia para natação.

Borda infinita: é chanfrada e o nível da água fica rente à parte superior do chanfro, para dar a visão de continuidade. É usada quando a piscina está de frente para o mar, estendendo o limite visual ao horizonte.

Foto: Divulgação Ampliar

A cor do revestimento da piscina com borda infinita precisa ser próxima à cor do mar



Piscina com borda infinita é destaque em projeto paisagístico

Para atingir o objetivo de continuidade é necessário que o lado infinito esteja bem acima do nível do piso e é importante que a cor do revestimento seja próxima à cor do mar em um dia ensolarado.

Deve ser prevista a captação da água que transbordará a cada mergulho.

Borda praia: o nível da água fica quase igual ao nível do piso externo. Como em uma praia, o piso vai afundando suavemente ao encontrar a água.

A adoção desse modelo exige mais espaço em volta e uma piscina de tamanho maior.

A borda prainha de um lado e a infinita do outro pode causar o efeito de integração completa da paisagem.

Em qualquer um dos casos os materiais empregados nos revestimentos devem ser antiderrapantes, atérmicos e de baixa absorção de água.

Para a borda, pode-se usar pedras, tais como: São Tomé, Mineira e Goiás, mármores e granitos. Os revestimentos pré-moldados podem ser cimentícios ou cerâmicos.

Na área em volta da piscina, local das cadeiras e circulação com os pés molhados, ainda é possível usar, além desses materiais, madeira trabalhada como deck e apropriada para a área externa.

 

Siga o iG Delas no Twitter e curta no Facebook
 

Sobre o articulista

Mirna Zambrana - jbianchi@ig.com - Mirna Zambrana é formada em arquitetura e urbanismo pelo Mackenzie. Sócia de Aurélio Martinez Flores, tem vasta experiência em projetos residenciais e comerciais

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo