iG Delas

Colunistas

enhanced by Google
 

Mirna Zambrana

Construa e reforme com planejamento

Mirna Zambrana é formada em arquitetura e urbanismo pelo Mackenzie. Sócia de Aurélio Martinez Flores, tem vasta experiência em projetos residenciais e comerciais

Como iluminar escadas e rampas

Conheças as opções para aproveitar a luz natural ou ter um bom projeto de iluminação artificial

06/04/2011 15:57

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-
Compartilhar:

Foto: Getty Images

Aposte no interruptor paralelo, que permite acender a luminária ao pé da escada e apagar no topo

Nos séculos passados os vitrais foram muito utilizados para fazer a iluminação natural de escadas. Posteriormente, na arquitetura moderna, os tijolos de vidro fizeram esse papel. Ambos são eficientes e se mantêm independentes do modelo e alinhamento das demais janelas da casa.Tanto o vitral como o tijolo de vidro, têm desenho próprio, não são janelas, não necessitam ter as mesmas dimensões destas. Em relação à vista externa – fachada – podem se localizar em uma altura intermediária, entre os pavimentos térreo e superior. Geralmente estão no nível do patamar e seu peitoril – medida do piso a borda de janela ou abertura - é muitas vezes referenciado do patamar e não do piso térreo ou do superior como uma janela.

A iluminação zenital ou domo é outra solução que guarda as mesmas características de suas antecessoras e agrega o fato de deixar a torre da escada completamente livre de qualquer interferência de abertura nas paredes, estas ficam livres para quadros e arandelas.

No planejamento da iluminação artificial deve se prever o interruptor paralelo, que permite acender a luminária ao pé da escada e apagar no topo, ou vice versa. O local que mais necessita luz é acima do patamar (piso intermediário que faz a mudança de direção da escada). Como a altura nesse local é uma vez e meia o pé direito do andar, será necessário uma escada grande e alguém que tenha coragem de subir nela para trocar a lâmpada.

Se a opção for uma arandela – luminária de parede – escolha uma que não ofusque o olhar de quem sobe ou desce a escada. Uma alternativa é o balizador – luminária de parede próxima do piso - também adequado para rampas. Prefira os totalmente embutidos para não interferir na largura do degrau. Quando os balizadores são usados em áreas externas têm que ser estanques, isto é vedados para não entrar água.

A escada é um ambiente de curta permanência, então a lâmpada a ser escolhida deve ser compatível com esse uso. Uma lâmpada econômica – da família das fluorescentes – que têm sua vida útil reduzida com a sucessão de acende e apaga, não trará economia neste local. Opte por uma halôgena ou LED. Criada por Edo Kriegsmann, a Automatic LED Stair Lighting, por exemplo, possui balizadores que acendem automaticamente com a pressão dos pés nos degraus e posteriormente se apagam. Mágico, não?

Já nas rampas externas a situação pode ser diferente, pois, às vezes, podem precisar permanecer acesas por horas.
 

Sobre o articulista

Mirna Zambrana - jbianchi@ig.com - Mirna Zambrana é formada em arquitetura e urbanismo pelo Mackenzie. Sócia de Aurélio Martinez Flores, tem vasta experiência em projetos residenciais e comerciais

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo