iG Delas

Colunistas

enhanced by Google
 

Conselhos da Médica

Denise Coimbra é obstetra e ginecologista

Posso colocar o DIU sem ter tido filhos?

A médica Denise Coimbra responde às dúvidas das leitoras relacionadas a gestação e métodos anticoncepcionais

17/11/2009 12:57

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-
Compartilhar:

Boa noite, doutora
Tenho 20 anos, e estou querendo colocar o DIU. Nunca tive filhos, mas estou engordando muito com os anticoncepcionais. Já tomei vários indicados por médicos, desde injetáveis a comprimidos, e não me adaptei a nenhum. Já engordei mais de 10 kg, por isso optei pelo DIU. Queria saber quais os riscos que ele pode oferecer e se ele é realmente abortivo, como já li em vários sites, e também se mais tarde posso ter problemas para engravidar.
Desde já agradeço,
Bianca

Bianca,
A ideia do DIU, para quem pensa em gravidez mais tardia, é uma ótima opção. Existem dois tipos de DIU – um com progesterona, que suspende a menstruação, e outro com cobre, que é um espermicida (mata espermatozoides). Nenhum é abortivo, pois eles impendem a fecundação. Os cuidados com o DIU são não ter múltiplos parceiros, fazer o preventivo anualmente e tratar todo processo infeccioso, assim que aparecer. O DIU não vai interferir na sua futura gravidez.

***
Já estou tentando engravidar há 3 anos. No primeiro ano tentei pelos métodos naturais, no segundo ano comecei a fazer todos os exames necessários e descobri que não ovulava e no começo do terceiro ano fiz uma ultra seriada e comecei a tomar o medicamento Clomid. Tomei o Clomid de fevereiro a agosto deste ano e nada, então decidi por conta própria parar com tudo e deixar pra lá. O que devo fazer?
Lídia de Menezes, 26 anos

Lídia,
É sempre bom lembrar que a gravidez não depende só de você, mas é do casal. Antes de qualquer outro passo, seu marido deve fazer um espermograma, que deve ser analisado pelo especialista em reprodução humana, pois – geralmente – a desovulia (sem ovulação) pode ser corrigida com hormônio, mas talvez a falta de gestação pode ser causada pelo lado masculino. Nunca tome medicamento de uma forma contínua, sem progredir na investigação do casal. Procure o especialista em reprodução humana para orientá-los.

Sobre o articulista

Denise Coimbra - delas_mae@ig.com.br - A médica Denise Coimbra responde às dúvidas das leitoras relacionadas a gestação e métodos anticoncepcionais

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    Nenhum comentário. Seja o primeiro.


    Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!




    *Campos obrigatórios

    "Seu comentário passará por moderação antes de ser publicado"

    Ver de novo