iG Delas

Colunistas

enhanced by Google
 

Christian Ullmann

Sustentável é pensar no futuro

Christian Ullmann é designer de produtos especialista em design para sustentabilidade. Sócio diretor da iT Projetos, tem trabalhos premiados na Itália, Argentina e Brasil

Um copo d'água, por favor

Reduzir o consumo de água engarrafada é atitude sustentável

04/01/2011 15:57

  • Mudar o tamanho da letra:
  • A+
  • A-

Foto: Getty Images

A água engarrafada levanta a questão do consumo desnecessário

Durante 2010 vimos como foi desenvolvida uma campanha internacional contra o uso de garrafinhas plásticas. E não foi para menos, a água mineral engarrafada é um negócio bilionário, que em muitas cidades do mundo cresce em detrimento do consumo de água de torneira ou, como no Brasil, nos tradicionais e charmosos filtros de barro.

No mundo, temos várias campanhas acontecendo. A mais conhecida é a da ativista Americana Annie Leonard. Defensora e promotora da sustentabilidade, e crítica extremada do excesso de consumo, ela é conhecida por seus vídeos sobre o ciclo de vida dos bens materiais industrializados.

No Brasil, temos a campanha Água na Jarra, iniciativa que tem como objetivo incentivar a substituição do consumo de água em garrafa pela tratada e purificada, servida em recipientes reutilizáveis. Essa atitude promove o consumo responsável, eliminando todos os impactos ambientais da produção das embalagens, seu transporte e disposição final.

Em muitas cidades do País, a água da torneira tem melhor qualidade que algumas engarrafadas, que chegam a custar até mil vezes mais. Imaginem parar na padaria da esquina para comprar um misto-quente e pagar por ele mil vezes a mais, ou seja, R$ 5 mil? Bom, é isso mesmo que estamos fazendo todos os dias quando compramos garrafinhas de água.

Em casa e no trabalho podemos voltar a utilizar o velho e eficiente filtro de barro com vela ou pesquisar no mercado e encontrar filtros mais sofisticados que possibilitem termos água natural, gelada ou quente. Há até os que purificam e gasificam a água da torneira.

Qual o grande problema da água engarrafada?

O maior problema é a garrafinha, que utilizamos apenas pelo tempo que demoramos para beber o líquido e depois jogamos fora. Desta forma, geramos uma enorme quantidade de resíduos poluentes que as prefeituras e governos gastam milhões de reais para lidar. Dinheiro que seria muito melhor gasto se aplicado no sistema de água potável.

A água engarrafada é um problema em si, mas é também um sinal de algo muito maior: o consumo desnecessário. Participar desta iniciativa não é só um compromisso pessoal para evitar o consumo de água engarrafada, é também colaborar com a melhoria do acesso à água potável de torneira para todos.

Esta iniciativa não fica só em casa e ou no trabalho, podemos estendê-la para parques, passeios, restaurantes etc. É só procurar um bebedouro ou solicitar um copo d’água purificada. Assim podemos contribuir com um estilo de vida mais responsável e sustentável.

Para saber mais sobre a historia da água mineral engarrafada clique aqui.

 

Sobre o articulista

Christian Ullmann - jbianchi@ig.com - Christian Ullmann é designer de produtos especialista em design para sustentabilidade. Sócio diretor da iT Projetos, tem trabalhos premiados na Itália, Argentina e Brasil

» Mais textos deste articulista

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo