Animação francesa chega para encantar a todos com participações da atriz global Mel Maia e da primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio

Para a dança e para o balé , o ano de 2017 começou com um gostinho muito especial, pois no dia 26 de janeiro chega aos cinemas de todo o Brasil o filme "A Bailarina". A película francesa distribuída pela Paris Filmes, conta com direção de Eric Summer e Éric Warin e roteiro do trio Carol Noble, Eric Summer e Laurent Zeitoun.

Leia mais - Do circo aos maiores espetáculos de balé do mundo: conheça Thiago Soares

'A Bailarina' chega para encantar amantes da dança e público em geral
Divulgação
'A Bailarina' chega para encantar amantes da dança e público em geral

"A Bailarina " é ambientada na Paris do século XIX e narra a história da órfã Felicie Milliner, uma jovem encantadora que quer realizar seu grande sonho: ser uma bailarina do Grand Ópera de Paris , na França, uma das maiores companhias de balé do mundo.

Mel Maia dá voz a Felicie, personagem principal
Divulgação
Mel Maia dá voz a Felicie, personagem principal

Félicie é puro sonho e inspiração e encantou também quem deu voz a ela no Brasil, a atriz global Mel Maia . “Sempre quis dublar, foi a minha primeira vez. Amo ver desenhos até hoje, e desde que eu tinha quatro anos peço para a minha mãe para eu trabalhar com isso”, comenta a atriz mirim.

Emoção também para escolhida embaixadora do filme no Brasil, a primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Claudia Mota . “Estou encantada com a Felicie, ela nos inspira e nos faz chorar de emoção. Ser escolhida embaixadora desse filme no Brasil me emociona todos os dias, pois estou representando a minha arte em meu país que está passando por tantos problemas nesse momento. A mensagem do filme veio de fato para nos inspirar e fazer sonhar, acreditar todos os dias”, enaltece a primeira bailarina. 

A escolha da Claudia Mota para a função de embaixadora foi certa, na opinião da produção da animação. “Observamos que ela se identificou com a trajetória da personagem Felicie e por toda a sua trajetória na dança. Também convidamos outros bailarinos para assistir ao filme e só foram elogios.  A receptividade dentro desse universo tem sido muito positiva e ficamos felizes em ver que o filme provoca tanta identificação”, diz Gabriel Gurman, diretor de marketing da Paris Filme no Brasil.

Cena da animação francesa 'A Bailarina'
Divulgação
Cena da animação francesa 'A Bailarina'


Em busca do sonho

A personagem principal do filme, Felicie, resolve arriscar e foge do orfanato em que vive no interior da França com seu fiel amigo que também tem um sonho, ser um reconhecido inventor. Ele ajuda Felicie em todas as peripécias da menina para se tornar uma grande bailarina.

Leia mais: Menina com Síndrome de Down rejeitada por escola de dança dá show em vídeo

Para completar a produção, os bailarinos do Ópera Aurélie Dupont e Jérémie Bélingard ajudaram a montar as coreografias vistas no longa. 

Claudia Mota, primeira bailarina do Municipal do Rio, é embaixadora da produção no Brasil
Divulgação
Claudia Mota, primeira bailarina do Municipal do Rio, é embaixadora da produção no Brasil

“Esperamos que a animação conquiste crianças, jovens e adultos. O filme fala de sonhos e dialoga com todas as idades”, explica Gabriel, que completa: “Notamos que o público foi contagiado pelos momentos de aventuras e perseverança da trama. Tanto as crianças quanto os adultos estão se divertindo durante as sessões e comentaram da qualidade da animação”.

“O filme encanta todas as idades e gerações porque a mensagem que passa é universal. Para os bailarinos e amantes da dança, isso se torna ainda mais forte, pois fala exclusivamente da nossa arte, por isso, para mim está sendo um orgulho que não cabe em mim”, confessa Claudia Mota.

Voz de Felicie, Mel Maia participou de todo o processo da animação e, mesmo não sendo uma bailarina, se deixou envolver pela história. “O filme tem muitas cenas emocionantes, mas foi a cena em que ela está de volta ao orfanato e se lembra da mãe foi a que mais me marcou. Essa lembrança deu mais força para que ela não desistisse da paixão dela. A mensagem que o filme passa é realmente de não desistir dos nossos sonhos, e isso conquista a todos”, finaliza Mel, que tem lançado o filme entre Rio  e São Paulo.

Incentivo para a dança

O filme e as ações em torno dele são incentivos para a dança e para o balé. Há uma exposição de tutus que contam um pouco da história e trajetória de Claudia Mota, montada pela Repetto Paris, no Shopping Cidade Jardim em São Paulo, com entrada gratuita. A partir do dia 04/02, a mostra também estará no Shopping Village Mall, no Rio de Janeiro.

“É uma honra poder compartilhar de todos esses momentos, e essa exposição me enche de alegria e lembranças, pois dancei com esses tutus em palcos do mundo todo, foram grandes conquistas e emoções, agradeço a eles por isso”, diz a bailarina Claudia Mota.

Cena de 'A Bailarina'
Divulgação
Cena de 'A Bailarina'


Leia mais: Conheça a coluna "As Flávias"

SERVIÇO

Título: A Bailarina
Título Original: Ballerina
Diretor: Eric Summer e Éric Warin
Lançamento no Brasil: 26 de janeiro de 2017
Distribuidora: Paris Filme
Nacionalidade: França, Canadá
Duração: 89min.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.