Com música de Tchaikovsky, o clássico natalino estreia com sua Orquestra Sinfônica e Claudia Mota comemorando 15 anos no papel principal

O balé clássico natalino "O Quebra Nozes", um dos mais tradicionais e populares do mundo, principalmente nessa época do ano, estreia nesta sexta-feira (16), no Theatro Municipal do Rio de Janeiro . A temporada vai até o dia 30.

Dance para revelar quem você é...: conheça "As Flávias", nova coluna do iG

Claudia Mota, protagonista de 'O Quebra Nozes', e Filipe Moreira
Caru Ribeiro
Claudia Mota, protagonista de 'O Quebra Nozes', e Filipe Moreira

"O Quebra Nozes ", espetáculo que encanta toda a família, terá versão de Dalal Achcar e apresentará como primeiros bailarinos Karen Mesquita, Cicero Gomes, Márcia Jaqueline, Francisco Timbó, Filipe Moreira, Moacir Emanoel e Claudia Mota , primeira bailarina do Municipal que subirá ao palco mais uma vez no papel principal como a Fada Açucarada .

“É incrível estar fazendo 15 anos no papel principal, e o mais interessante de tudo é que foi diferente todos os anos", diz Claudia, que já dançou ao lado de bailarinos da casa e também de bailarinos convidados de outras companhias. 

Claudia Mota comemora 15 anos como Fada Açucarada
Divulgação
Claudia Mota comemora 15 anos como Fada Açucarada

"Interpretar a Fada Açucarada ao longo desses 15 anos, além de um desafio artístico, técnico e de resistência física - pois é um dos pas de deux mais cansativos -, tem sido um presente enorme na minha carreira que a coreógrafa Dalal Achcar me confiou, só posso agradecer”, afirma a primeira bailarina.

Sob a direção de  Ana Botafogo e Cecília Kerche , acompanhados pelo Coro e pela  Orquestra Sinfônica  do TMRJ, o balé terá produção com belos cenários e figurinos de José Varona, que conta ainda com a participação especial dos alunos da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa. A regência será de  Javier Logioia Orbe .

“Chegamos ao fim de 2016 com a produção mais aguardada pelo público carioca. Na história do Theatro Municipal do Rio de Janeiro não existe outro espetáculo que tenha merecido tantas temporadas desde 1981, quando foi concebido por Dalal Achcar e apresentado pela primeira vez com a magnífica cenografia de José Varona. Já são mais de trinta anos de sucesso. 'O Quebra Nozes' é um dos balés mais encenados em todo o mundo, muitas vezes em temporadas anuais seguidas, como aqui”, comenta o diretor artístico do Theatro Municipal, André Cardoso.

Para quem assiste e para quem dança, a cena é sempre muito especial. “Dançar esse balé é sempre algo lúdico, encantador e especial, ainda mais nessa versão que foi premiada como a melhor de todos os tempos. Isso nos orgulha muito, pra mim mais ainda”, explica emocionada Claudia Mota, que chegou recentemente da Gala Of The Stars, uma das maiores do mundo na República Dominicana, representando o Brasil.

Noiva surpeende marido em casamento com performance de Beyoncé

Um sonho bom nos palcos

“Todos nós temos em algum momento de nossas vidas fascínio pelo mágico. É como se nós tivéssemos o poder de, através de um gesto ou de um pensamento muito forte, fazer com que as coisas aconteçam de um jeito que nos encante. É assim que a criança brinca. É assim que o adulto alimenta suas esperanças e sua fé por toda a vida", diz a coreógrafa Dalal Achcar, autora desta versão

"Aqueles que não têm sentimento algum de magia, encantamento, fé e esperança são como árvores tristes e secas, pois perderam pelo mundo afora parte da criança que todos guardamos dentro de nós. É esta criança adulta que nos mantém vivos, presentes e com capacidade de sonhar e correr atrás de seu sonho. O Quebra-Nozes é apenas um exemplo de como poder sonhar é bom”, completa Dalal Achcar. 

“A linda história que fascina a todos, público e artistas, é o sonho de qualquer bailarina interpretar. Sou afortunada em ainda poder desfrutar desse lindo momento ao som da música de Tchaikovsky que, na minha opinião, é a mais linda de todas, principalmente o adagio do grand pas de deux”, finaliza a primeira bailarina e “debutante” Claudia Mota.

Claudia Mota é a primeira bailarina do Municipal do Rio de Janeiro
Divulgação
Claudia Mota é a primeira bailarina do Municipal do Rio de Janeiro


História do espetáculo

A enorme popularidade do espetáculo comprova o fascínio exercido nas plateias a partir do encontro do conto de  Alexandre Dumas  com a música de  Tchaikovsky  e a coreografia original de Marius Petipa e Lev Ivanov.

A estreia foi em 1892, na Rússia. A primeira apresentação de "O Quebra Nozes" no ocidente só aconteceu em 1934, no Sadler’s Wells Theatre, em Londres. Desde então, tornou-se um dos balés mais montados do mundo. A versão atual dançada pelo BTM é de Dalal Achcar, estreou em 1981 e foi apresentada completa no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, novamente, em 1983, 1984, 1985, 1986, 1992, 1994, 1999, 2001, 2007, 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014.

Menina com Síndrome de Down rejeitada por escola de dança dá show em vídeo

SERVIÇO

O QUEBRA NOZES – Balé em prólogo e dois atos (1892)
Ballet, Coro e Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Theatro Municipal do Rio de Janeiro - Praça Floriano s/n° - Centro 

Apresentações em Dezembro de 2016: dias 16, 17, 18, 22, 23, 27, 28, 29 e 30.

Vendas na Bilheteria, no site ingresso.com ou pelo telefone (21) 4003-2330     


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.