Tamanho do texto

Delimitar a área de circulação e não exagerar na decoração são princípios básicos na hora abrir o lar para festinhas

Vai dar uma festa em casa e já fica em pânico só de pensar em montar os preparativos? Tenha calma, respire fundo e mãos à obra. Antes de sair improvisando móveis, enfeites e arranjos, lembre-se de que nada deve ser usado em exagero. “A festa deve ser repleta de harmonia e ter o clima típico de uma casa, sem falsos ambientes e decoração fora de contexto”, afirma Nina Vila, cenógrafa.

Leia também:  Detalhes que fazem a diferença

Para não cometer gafes na hora de receber, o iG separou nove dicas práticas que prometem acabar com possíveis situações embaraçosas:

undefined
Bruno Zanardo / Fotoarena
Velas aromáticas e arranjos florais transformam o clima dos ambientes

1ª Entenda a festa: 

Antes de montar os preparativos, é necessário ter em mente qual será o clima do evento– formal, despojado ou casual. Após isso, faça um convite para orientar os convidados que transmita exatamente o propósito escolhido.

2ª Flores na medida certa:

Os arranjos espalhados pela casa devem seguir o estilo da festa. Se a decoração for moderna, o ideal é usar somente uma espécie de flor em cada arranjo. “Nos eventos casuais, é possível fazer arranjos despojados com objetos presentes na própria casa”, afirma Nina.

3ª Trilha sonora perfeita:

Não importa que sua paixão seja rock, o importante na hora de receber é adaptar a música ao momento. Ambientes formais pedem trilhas suaves, já os mais despojados aceitam bem o ritmo eletrônico. Mas, se quiser agradar a todos os convidados, nada melhor do que fazer um revezamento de estilos durante a festa.

4ª Posição das mesas:

Como as pessoas devem transitar normalmente pelos espaços, colocar mesas espalhadas nos ambientes pode deixar o evento “engessado”. A melhor saída é apostar em bancadas laterais, aparadores e até em bancos para servir de apoio. Outra possibilidade é retirar a mesa central da sala e posicionar cadeiras ou poltronas de modo a estimular a formação rodas de conversa.

5ª Invasão de convidados:

Eles chegam e se instalam em todos os lugares, mesmo naqueles não permitidos. Para Marcelo Bacchin, diretor de eventos, antes de planejar a capacidade de uma festa, o anfitrião deve considerar que um convidado ocupa cerca de 1 m². Na hora de delimitar o acesso, vale apostar em biombos ou até fechar os ambientes com chave.

undefined
Bruno Zanardo/Fotoarena
Crie espaços confortáveis para estimular a formação de rodas de conversa

6ª Mesa posta: 

O tipo da louça usada em um evento varia de acordo com o estilo empregado. Nos mais despojados, a indicação é usar talheres lisos e louça branca. O jogo americano é uma alternativa aceitável para festas informais, assim como os guardanapos coloridos ou estampados.

7ª Festa na área externa:

Ao permitir que os convidados circulem em áreas como o jardim, lembre-se de preparar o local com antecedência. A linha usada na decoração interna é um dos aspectos que deve ser mantido, ou seja, se o branco predominou, mantenha-o nas flores do jardim. Além disso, pendurar lanternas e espalhar almofadas e redes também ajuda a garantir descontração ao ambiente.

8ª Luz em foco:

Ao receber em casa, não hesite em regular as luzes dos ambientes para criar o clima ideal. “A iluminação errada pode derrubar uma festa. O bom é usar luzes indiretas de abajures, lanternas e velas na decoração. O grande erro é exagerar e deixar muitos focos no teto, distraindo a atenção das pessoas”, diz Bacchin.

9ª Ousadia nos detalhes:

Abusar da criatividade na hora de decorar a festa ajuda na criação de um clima intimista e traz o estilo do anfitrião aos convidados. Uma possibilidade é espalhar fotos de momentos importantes do grupo pela casa. 

Siga o  iG Delas  pelo  Twiiter  e assine nossa  newsletter  para ficar por dentro das novidades

    Leia tudo sobre: casa