Tamanho do texto

Contraste entre o antigo e o moderno marcam a 25ª edição carioca do maior evento de decoração do Brasil, que este ano ocorre em um vilarejo histórico no Glória

Aberta ao público nesta terça-feira (01), a 25ª edição da Casa Cor Rio ocorre pela primeira vez em um vilarejo de oito casas revitalizadas da Villa Aymoré, na Glória. O local, construção centenária tombada pelo município, recebe 42 ambientes assinados por um time de 63 profissionais importantes da área.

Muitos arquitetos exploraram a atmosfera histórica dos imóveis, levando peças de antiquário para espaços contemporâneos que refletem o jeito carioca de morar. Outros se inspiraram no romance de Dom Pedro I com a Baronesa de Sorocaba, que morou na alameda onde mais tarde seria construída a Villa Aymoré.

Adriana Ferraz e Cristiana Galvão apresentam uma interpretação de como seria o quarto da baronesa no século 21. André Piva também se inspirou em histórias de amor para criar o ambiente "Garçonnière", baseado na obra "La Garçonne" de Victor Margueritte. Na varanda do ambiente assinado por Jairo de Sender, há um jardim com um cantinho especial para os apaixonados.

Para levar a contemporaneidade à mostra, os profissionais investiram em materiais brutos tanto na arquitetura quanto na decoração. Com estrutura de aço, o "Lounge Renault", de Duda Porto, ganhou também um muro de gabião, uma espécie de parede feita de arames e recheada com pedras. 

Entre lofts e estúdios, home-offices ganharam destaque na mostra, seguindo a tendência de cômodos integrados que unem a vida pessoal com a profissional. Nesse contexto, Guilherme Osborne e Cláudia Souza Santos apresentam um espaço para encontros no "Home Office da Designer", enquanto o "Escritório da Chef", de Andrea Duarte e Ana C. Malta, revela o processo criativo de uma chef de cozinha fora dos fogões. 

Na mostra carioca as estantes ganharam novas configurações e viraram peças de impacto. O modelo desenhado por Lia Siqueira permite variadas combinações a partir de módulos independentes, que vêm em diferentes dimensões. Bruno Carvalho e Camila Avelar encaixaram centenas de livros para criar formato do móvel no espaço “Ao Ganso Azul Bar”.

A Casa Cor Rio funciona de terça a domingo (e excepcionalmente no feriado de 7 setembro), das 12h às 21h, até 4 de outubro. Veja na galeria abaixo todos os ambientes à mostra: 


Serviço:
Casa Cor Rio
Quando: 1 de setembro até 4 de outubro
Horário: 12h às 21h
Onde: Ladeira da Gloria nº 26 – Gloria, Rio de Janeiro (RJ)
Ingressos: de R$ 22 a R$50. Passaporte para todos os dias custa R$ 100.



    Leia tudo sobre: Casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.