Tamanho do texto

Pesquise muito e acredite no profissional. Veja outras dicas para garantir uma boa decoração do ambiente em parceria com o designer de interiores

Realizar por conta própria a decoração da casa pode ser um grande desafio. Muitas vezes não temos ideia dos móveis e itens que combinem entre si, ou que tenham identidade conosco . Em outros casos, até sabemos muito bem nosso estilo e temos uma ideia da decoração , mas o designer de interiores vai concretizar esse projeto .

Entretanto, antes de contratar um designer de interiores  é preciso tomar alguns cuidados para facilitar o trabalho dele e não se decepcionar. O site americano "My Domaine" ouviu alguns designers para saber o que é importante para eles. Veja:

Um designer de interiores pode te auxiliar na decoração da casa. Mas você também pode ajudá-lo
Divulgação
Um designer de interiores pode te auxiliar na decoração da casa. Mas você também pode ajudá-lo


Tenha uma ideia

Por incrível que pareça, os especialistas preferem um cliente que já tenham uma ideia da decoração que planejam. O designer Max Humphrey afirma que o cliente que diz estar com a cabeça como uma folha em branco é um mito, na maioria das vezes, por isso ele prefere quem já tenha alguns parâmetros definidos. Isso até vira um desafio, completa Humphrey.

20 ideias criativas para decorar a casa sem gastar muito

Outra designer de interiores, Katie Hodges acredita que os melhores tipos de clientes são aqueles que já tem seu próprio estilo, mas contratam um profissional para trazer algo novo. Por isso, tenha no mínimo algumas inspirações iniciais. Desse jeito, o trabalho será melhor executado.

Acredite no designer

A relação entre designer e cliente deve ser sagrada. É preciso confiar 100% no profissional. Pensando nisso, escolha alguém em que sabe que essa confiança existirá antes da contratação. Entenda que ele sabe exercer a profissão e acredite no trabalho dele. O designer Noa Santos vai ainda mais longe. Ele acredita que o cliente deve amar o decorador  e acrescenta: “Meus melhores clientes são aqueles com os quais eu posso tomar um drinque”.

Pesquise

Para encontrar seu decorador perfeito, pesquise. Busque referências em matérias jornalísticas, redes sociais e imagens na internet, além, é claro, de indicação de amigos. Mas apesar de tudo isso, Humphrey diz que toda a pesquisa na web e conversa à distância com o possível designer não substitui um encontro pessoal com o profissional para alinhar expectativas.

Seja decidido

Comunique todos os seus desejos e referências ao profissional, e seja decidido com o que você realmente quer. Discuta seus planos com seu parceiro, ou quem quer que seja que morará com você e tenham uma ideia prévia antes de conversar com o decorador. “Não espere que o designer seja capaz de decifrar se você discorda do parceiro e tem diferentes ideias para o espaço”, afirma  o designer de interiores David John Dick.

Outra razão para não mudar de opinião com frequência é que, a partir do momento em que começa-se a comprar os móveis e itens de decoração, eles não podem ser trocados. Por isso, se tiver em dúvida - ou mudar de ideia - comunique seu designer.

Morar bem em até 60 m²

Goste de design

Apreciar decoração e o trabalho dos profissionais é uma vantagem se for contratar um designer de interiores. “Eu amo clientes que acreditam que design e arte importam”, afirma Dick.

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.