Tamanho do texto

Se bem cuidadas, as orquídeas são plantas que podem durar décadas. Veja a frequência certa de regar e outros cuidados necessários

As orquídeas são plantas que dão flores lindas, e são ótimas espécies de plantas para ter em casa. De acordo com a paisagista Daniela Sedo, qualquer pessoa pode ter uma, mas é preciso saber como cuidar de orquídeas para cultivá-las e fazê-las durar .

São plantas fáceis de cuidar e embelzam a casa. Você sabe como cuidar de orquídeas?
Divulgação
São plantas fáceis de cuidar e embelzam a casa. Você sabe como cuidar de orquídeas?

+ Espalhe flores pelos ambientes da casa

Além de sua beleza inigualável, estas lindas plantas epífitas – aquelas que vivem sobre outras plantas – se adaptam bem em apartamento , podendo ser cultivada em vasos. Já se você tem uma casa grande com jardim, ou uma árvore em frente de onde mora, tente colocá-la na árvore, seu habitat natural. Mas para não deixá-la morrer, veja algumas dicas para aprender como cuidar de orquídeas .

“Ela precisa de claridade natural”, informa Daniela, que ainda alerta para o cuidado de não deixar a orquídea tomar vento nem sol de forma direta. Por isso, é ideal deixa-lá perto de uma janela, ou na parte fechada de uma sacada. Este tipo de planta é bastante adequada para ambientes internos .

Outra facilidade da orquídea é a frequência de rega que ela precisa: uma vez por semana no verão e até a cada 15 dias no inverno. “No inverno a vegetação entra em estado de dormência, não precisa de tanta água. Já no verão a necessidade hídrica da planta é muito maior”, explica a paisagista que faz uma analogia com o ser humano, que bebe muito mais água quando o tempo está quente.

A partir do momento em que você decide ter uma orquídea em casa,o primeiro cuidado para saber como cuidar de orquídeas é o vaso que ela deve ficar. Não há segredos, Daniela diz que o vaso deve ser aquele clássico, com furinhos para que a água possa escoar.

É muito comum colocar os vasos, especialmente de plantas bonitas como as orquídeas em cachepôs – acessório decorativo em que os vasos de plantas ficam dentro – e não é proibido, mas é perigoso para sua orquídea se acumular água ao fundo, pois isso pode apodrecer a raíz. A dica de Daniela é, sempre ao regá-la, tirá-la do cachepô e deixá-la em um local, como a pia, para escorrer por cerca de duas horas. Depois deste período, você pode voltar sua orquídea para o lugar certo, sem perigos.

Ainda sobre a rega, a paisagista alerta para não borrifar água para molhar a planta quando ela estiver dando flores , o que acontece uma vez por ano, por até dois meses, dependendo do tipo de orquídea. “A flor é muito delicada, pode juntar pontos de água e embolorar”, conta. Mas no período em que só tem folhas, pode usar o borrifador à vontade, ela recomenda até passar um paninho para tirar poeira das folhas de vez em quando.

Outro cuidado com a orquídea é seu tipo de solo. Como ela vive naturalmente em árvores , não é correto plantá-la em um vaso com terra. “A terra pode apodrecê-la”, diz Daniela que recomenda que o vaso seja preenchido com pedriscos, material orgânico como fibra de coco e pedaços de casca de árvore, para simular o habitat dela.

A partir de então, além do cuidado de regá-la com a frequência certa, é importante se preocupar com os adubos , que podem ser líquidos ou granulados – e se informar sobre a dosagem pra não queimar, alerta a paisagista.

Plantas para proteger e atrair boa sorte para a casa o ano todo

Quando ela floresce, além de apreciar sua beleza, ainda é preciso saber como cuidar de orquídeas com outro pequeno cuidado: amarrá-la – de forma frouxa – a uma haste de metal ou madeira fixada na terra. “A flor é bem pesada pro tamanho da planta e o vaso pode cair”, conclui Daniela.

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.