Tamanho do texto

Chuveiro e secador de cabelo são os vilões da lista. Veja dicas para reduzir o consumo de energia em casa

Algumas residências hoje em dia se parecem mais com um cibercafé com tablets, laptops, smartphones (um ou mais para cada membro da família) e videogames espalhados pelos vários cômodos.

Chuveiro é um dos aparelhos que mais consome energia em casa
Thinkstock/Getty Images
Chuveiro é um dos aparelhos que mais consome energia em casa


Estes aparelhos às vezes competem pelas tomadas junto com os eletrodomésticos mais tradicionais como máquinas de lavar, geladeiras etc. E, como não podemos "enxergar" a eletricidade, não conseguimos imaginar o quanto está sendo consumido por todos estes aparelhos.

Algumas organizações, como o Centro para Energia Sustentável da Grã-Bretanha, oferecem algumas estimativas do gasto dos aparelhos mais comuns, apesar de poder haver variações significativas dependendo do tamanho e modelos.

A BBC Mundo, serviço em espanhol da BBC, pegou a média de consumo e converteu essas estimativas no equivalente ao consumo de lâmpadas mais comuns, as de 60w, como uma forma de tentar "visualizar" o consumo.

Leia também: Cientistas identificam 'segredo da juventude' em gene ruivo

Claro que estes são apenas dados de referência. Mas, mesmo assim, enquanto é possível ver os mais famosos entre os aparelhos que gastam demais, alguns deles são surpreendentes pelo baixo consumo.

Televisão (LCD, de 125 a 200w) - 2,7 lâmpadas.
Torradeira (de 800 a 1.500w) - 19 lâmpadas
Videogame (de 45 a 190w) - 2 lâmpadas
Secador de cabelos (1.000w) - 16 lâmpadas
Chuveiro Elétrico (de 7.000 a 10.500w) - 145 lâmpadas
Laptop (de 20 a 50w) - 0,58 lâmpada
Carregador de Smartphone (de 2,5 a 5w) - 0,06 lâmpada

Leia também: Após cirurgia nos EUA, menina brasileira de 2 anos enxerga a mãe pela 1ª vez

Como economizar
Veja abaixo alguns conselhos básicos para impedir que alguns destes aparelhos aumentam demais a sua conta de eletricidade.

Televisão
Além do mais óbvio, desligar quando não está assistindo, a página sobre provedores de eletricidade da Grã-Bretanha uSwitch recomenda que o consumidor preste atenção na "idade" do televisor - quanto mais velho, menos eficiente - e também no modelo.

"Uma (televisão) LCD de 32 polegadas eficiente usa a metade da eletricidade de uma TV de plasma de 42 polegadas", afirmou o site.

Pode parecer óbvio, mas não se esqueça de desligar a televisão
Thinkstock Photos
Pode parecer óbvio, mas não se esqueça de desligar a televisão


Torradeira
O aparentemente elevado consumo elétrico da torradeira é compensada pelo fato de que ela é usada por poucos minutos ao dia.

Por isso que a maioria dos conselhos têm a ver, em geral, com o uso apropriado do aparelho.

De acordo com o uSwitch, o ato de cozinhar é responsável por em média 4% de consumo de gás e eletricidade em uma residência britânica.

Videogame
Sites especializados afirmam que há duas grandes fontes de desperdício de eletricidade em uma casa: assistir a filmes com o aparelho de videogame e deixá-lo no modo stand by.

Portanto é melhor evitar estes comportamentos.

Secador de cabelos
Os secadores de cabelos estão entre os aparelhos que os especialistas consideram os maiores consumidores de energia e parece não haver uma solução fácil para diminuir o consumo.

Secador é mais um vilão no consumo de energia em casa
Thinkstock/Getty Images
Secador é mais um vilão no consumo de energia em casa

Os especialistas apenas aconselham as pessoas a deixar o cabelo secar naturalmente. Algo bem mais fácil de fazer durante o verão.

Leia também:  Como as astronautas lidam com a menstruação no espaço?

Chuveiro elétrico
O chuveiro elétrico é sempre considerado um dos grandes vilões no gasto de energia, e o conselho é sempre diminuir o tempo do banho e evitar usar o aparelho no modo inverno o tempo todo.

Mas, segundo alguns especialistas, há um dado surpreendente: os chuveiros elétricos podem ser mais eficientes na economia de energia do que um aquecedor a gás. Mas, vale a mesma dica de antes, não demorar muito no banho.

Laptop
Para o laptop o conselho também é simples: basta desligar quando não estiver em uso.

Leia também: A trágica forma como os jovens estão morrendo na América Latina
"Se deixar ligado sem fazer nada, você usará quase tanta eletricidade como se estivesse analisando números ou acessando informações", informou o site uSwitch.

Carregador de telefone
Os especialistas concordam que a tecnologia permitiu aumentar tanto a eficiência dos carregadores que praticamente qualquer medida de economia terá um impacto muito pequeno na conta de eletricidade.

Mas quando a pequena economia de uma pessoa é somada com a de muitas, o impacto pode ser significativo.

E, levando em conta que hoje em dia é muito rápido carregar um telefone, a recomendação é carregar o smartphone ao chegar do trabalho e retirá-lo da tomada assim que a bateria estiver com 100% de carga ou antes de dormir. Não deixe o celular carregando a noite inteira.

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.