Tamanho do texto

Espanhola fez ensaio para conscientizar sobre o câncer de mama e mostrar que é possível ser bela apesar da doença

O MirAr-te, ou “Se olhe” em tradução livre, teve inicio em 2012, quando a Karina Sechi, fotógrafa espanhola, foi convidada para fotografar uma amiga que iniciava o tratamento de câncer. "Realizamos uma sessão fotográfica com elementos do universo da vaidade feminina que valorizam a imagem. Ao se ver nas fotografias, minha amiga pode constatar que o registro fotográfico foi uma tentativa, desconhecida com anterioridade, de olhar quem ela era naquele momento”, conta Karina, que é formada pela Panamericana Escola de Arte e Design.

Ensaio fotográfico de espanhola com mulheres com câncer de mama: MirAr-te
Karina Sechi
Ensaio fotográfico de espanhola com mulheres com câncer de mama: MirAr-te


O ensaio buscou retratar o momento em que a reconstrução da identidade física, psíquica e sexual passa a ser um complexo caminho de superação. A fotógrafa explica que os objetivos deste trabalho são o de ajudar os pacientes no processo de recuperação e reinvenção da identidade individual e também o de alertar a população para a questão da prevenção.

Mas a ideia principal do projeto foi mostrar que é possível ser bela apesar da doença e de suas consequências. “Nossa proposta não é apenas impactar a sociedade, o que nos interessa, sobretudo, é o efeito que as imagens possam ter nas mulheres fotografadas, na aceitação do novo corpo e que existe vida depois do câncer de mama”, conta.


Para ver mais sobre os trabalhos de Karina,  acesse .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.