Tamanho do texto

Preparador físico faz uma lista dos exercícios e acessórios que vão bombar nas academias, parques e praias no próximo ano

Troque os pesos pelos  pneus . Esqueça o descanso e aposte em pular corda . Comece um treino funcional. Essas são algumas ideias que devem bombar em 2017 quando se fala em boa forma e atividade física.

Exercícios para perder barriga: aprenda série de apenas 4 minutos

Segundo o preparador físico Felipe Kutianski, cada vez mais as pessoas buscam um corpo sequinho , com músculos bem definidos e desenhados, e não querem mais "crescer". "Com o boom de crossfit , mahamudra e calistenia , diminiu a busca pelo corpo de bodybuilding. Hoje pensam mais em ter um corpo magro, combinado com um estilo de vida saudável. Para isso, o treino funcional é o ideal", comenta o professor. 

Essa tendência, na opinião de Felipe, seguirá forte em 2017. E os treinos, que trabalham com o peso do próprio corpo, contarão com mais acessórios para incrementar os exercícios. A pedido do Delas, o preparador faz uma lista do que vai bombar no ano que vem nesse quesito: 

Cordas navais e stroops

Cordas navais fazem parte do treino funcional
Divulgação
Cordas navais fazem parte do treino funcional

Esses aparelhos, como explica o profissional, trabalham membros superiores  de forma intensa. As cordas navais já são vistas em box de crossfit. Já as stroops também vem conquistando espaço e oferecem ainda mais possibilidades de movimento.

"Elas são feitas de material elástico e, por isso, há também a tensão, além do peso da corda. São indicadas para trabalho de força e também de explosão muscular", diz Felipe. 

Pneus

Pneus vão muito além do crossfit
shutterstock
Pneus vão muito além do crossfit

Já que a ideia, de acordo com Felipe, é deixar aquele corpo grande e completamente musculoso de lados, os pesos também dão lugar cada vez mais a outros objetos. O que já era utilizado e seguirá em alta são os pneus. 

"Teremos aulas só com pneus. É possível tombar e fazer levantamentos - que trabalham a força - e saltos - que servem para a parte de resistência e velocidade", detalha o preparador. 

Essas aulas devem atingir diversos públicos, tanto quem busca emagrecer, ganhar definição e até melhorar o desempenho na corrida. "É o trabalho de pliometria. Quando se vai para a corrida no asfalto, é preciso de explosão. Quem pratica corrida de montanha, precisa de habilidade, de saltos e descolamentos rápidos. E isso pode ser treinado nos pneus", comenta. 

Corda

Pular corda é um ótimo exercício para se fazer em casa
Divulgação
Pular corda é um ótimo exercício para se fazer em casa

" Pular corda não é mais brincadeira de criança, virou coisa de gente grande, quase uma competição, fala Felipe. É mais uma ideia ligada aos exercícios funcionais e também aos treinos de alta intensidade, mais uma febre que veio para ficar.

Nesse caso, ao invés de descansar entre um exercício e outro, você pula corda e estimula outra parte do corpo. "Por exemplo, você fez uma série de 15 tombamentos de pneu - um treino de força. Antes da próxima série, pula corda e trabalha a parte cardiorrespiratória", detalha o professor. Não há um descanso parado e, sim, um descanso ativo. 

"São os exercícios metabólicos. Com eles, não é preciso muita carga para o mesmo desenvolvimento muscular que teria na musculação", diz Felipe. Nesse caso, há pouco oxigênio no corpo e morte celular. Como uma defesa, o corpo regula o PH e passa a trabalhar mais e, com isso, há mais resultado, a chamada via muscular metabólica. 

Além de fazer parte do treino funcional, pular corda também é uma ótima atividade para queimar calorias. 30 minutos de exercício significa 600 calorias a menos. Além disso, o que parece uma brincadeira trabalha pernas, glúteos e melhora a coordenação. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.