FONT-FAMILY: ArialAprenda a pensar positivamente e saiba como se ajudar ¿ e muito ¿ quando a relação chega ao fim

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ModeloiG%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237491666114&_c_=MiGComponente_C

Levantar a cabeça e seguir em frente. Quem nunca se sentiu arrasado depois de terminar um relacionamento? A pergunta não é nova, mas suas respostas são mais interessantes do que nunca. Para se ter uma idéia, há pessoas que levam o famoso 'pé na bunda' e se debulham em lagrimas, se trancam em casa e pensam até no pior. Mas agora quem pensa assim é ultrapassado e a moda é olhar pra frente, mesmo que você não enxergue um seu par perfeito ao seu lado.

Pensar que o mundo vai acabar só porque se está sozinha é o fim, mas uma armadilha comum. Para driblá-la, há exemplos para dar e vender de grandes celebridades que levaram o fora depois de anos de relacionamento e se deram super bem.

Nicole Kidman, por exemplo, foi casada com o superastro Tom Cruise de 1990 a 2001. Durante esse período, os dois formavam um dos casais mais elegantes, poderosos e discretos do mundo do cinema. Adotaram dois filhos e protegiam a vida privada da família, deixando para brilhar nos papéis cada vez melhores que conseguiam nas telas. Sobre o casamento, Nicole não poupava elogios e dizia que se sentia uma sortuda por ter encontrado alguém como Tom.

De repente, tudo acabou. O motivo do fim não foi totalmente esclarecido. Nicole disse que ficou fragilizada com o fim, mas gostaria de se casar novamente. Teve bom-humor e comentou que agora, pelo menos, poderia voltar a usar saltos altos ¿ hábito que ela abandonou para não parecer tão mais alta que o ex-marido.

Dois anos após o fim, Nicole levou para a casa o Oscar de atriz por As Horas. Em 2006, ela se casou com um cantor chamado Keith Urban. A cerimônia, em Sidney, foi discreta: iluminada à luz de velas, com direito à leitura de um salmo por Baz Luhrmann, diretor de Moulin Rouge, e uma canja de Hugh Jackman. Um ano e meio depois, ela anunciou a gravidez. E a vida segue.

Mas como isso é possível? Análise? Talvez... Mas não só isso. Segundo a psicóloga Maura de Albanesi, muita gente sai de uma relação aos pedaços e sem força alguma para começar algo novo. "As pessoas, principalmente as mulheres, sentem culpa pelo fim do relacionamento e por isso acabam ficando vulneráveis a tudo, explica. O que está mudando é que, cada vez mais, o pé na bunda está deixando para trás aquela história de que tudo acabou e ponto final. Existe um recomeço, e para alguns esse novo caminho pode ser a chave para o sucesso". Em outras palavras, por que não abrir os braços para acolher o novo após a destruição do velho?

Foi assim que Cecília Menezes, de 25 anos, superou o fora levado pelo namorado depois de três anos juntos. Sem explicação nenhuma, ele simplesmente terminou tudo. Para ela foi o fim... até a segunda semana, quando deu de cara com grandes oportunidades. "Pensar positivo e para frente me ajudou a vencer o fim do meu namoro. Acabei ganhando mais confiança, fui promovida e estou até agora aproveitando ao máximo, conta ela. Por enquanto não quero nada sério; estou deixando a vida me levar."

Já Eliza Fernandes tem bons motivos para comemorar o fim de seu tempestuoso noivado. Trocada pela amiga depois de oito anos, sua vida parecia não ter mais jeito e ela chegou até a pensar no pior. "Não acreditei quando ele revelou estar apaixonado pela minha melhor amiga. Depois de oito anos com uma pessoa, você não espera nunca ouvir algo assim. O impacto foi tão forte que larguei meu emprego, não conseguia mais sair e abandonei meus amigos. O que me fez sair dessa fossa foi pensar que quem agiu errado foi ele, e que tudo conspirava a meu favor, relembra. Fui traída e enganada, mas de que adiantava ficar me isolando do mundo enquanto ele é quem deveria estar no meu lugar? Inverti os papéis e criei coragem para mudar de cidade e começar uma nova vida".

Experiências como essa são bem sucedidas porque seus autores almejam um futuro perfeito. É isso que impulsiona a nova fase. Deixar para trás pessoas e coisas é um dos passos mais importantes da sua vida nova. "Pensar positivo é o segredo", comenta a dra. Albanesi.

Mas como superar de vez o fim do relacionamento e ainda sair ganhando? A melhor alternativa, segundo a psicóloga, é tentar enxergar o futuro e não permanecer no presente. "Se você materializa coisas boas para o seu futuro, nada melhor que manter estes pensamentos mesmo depois de um choque ¿ como ser dispensada pelo namorado, ou traída e enganada como na maioria dos casos, recomenda. Evite se penalizar pelo acontecimento e nunca deixe de lado sua rotina por causa disso. Perder amigos e se isolar não são uma opção para quem quer recomeçar uma vida".

Se você ainda não está acostumado a esse ritmo e prefere caminhar a passos mais lentos, uma das dicas é deixar de lado velhos hábitos e se livrar de vez de qualquer objeto ou lembrança do passado. Cursos, viagens e férias fazem muito bem e são ótimas oportunidades para que você conheça novas pessoas e lugares. Érica Veloso teve razões de sobra para se trancar em casa, mas preferiu fazer as malas e cair na estrada ¿ literalmente. "Passei um tempo pensando em como a vida iria ficar sem meu marido. Depois de quase dez anos de casada, com filhos e responsabilidades, é quase impossível largar tudo, recorda. Mas pensei no meu bem-estar e parti para uma viagem onde o que mais importava era isso: estar bem. Me senti livre, feliz e posso afirmar que foi umas das sensações mais ricas de toda minha vida; agora, de volta à minha vida normal, posso afirmar que aprendi a me divertir e aproveitar muito mais a vida".

Exemplos e pessoas não faltam; sua primeira chance, por incrível que pareça, pode ser a única. Não desperdiçar o tempo com amores impossíveis, mágoas e assuntos mal-resolvidos que não levam a nada é o caminho. Pensar positivo, ter força de vontade e perseverança, segundo especialistas, é a chave para o sucesso ¿ mesmo que este resultado possa ser visto somente dentro de você!

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.