Sair para comprar o ultimo lancamento daquela marca de sapato chiquerrima e realmente imperdivel, mas quando isso vira a salvac?o para os problemas da sua vida, e melhor ficar atenta

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ModeloiG%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237491675723&_c_=MiGComponente_C

Nada contra as idas ao shopping e as aquisic?es de mimos que voce acha indispensavel, desde que isso n?o vire um ato compulsivo. Ou seja, quando voce perde o controle sobre o seu comportamento e repete isso com frequencia.

Quando as compras viram problemas?

"Quando este comportamento passa a gerar prejuizos pessoais, sociais, fisicos ou psicologicos. A pessoa comeca a tentar se controlar, mas diante da possibilidade de comprar acaba fazendo mesmo sem querer. Ela passa a comprar objetos para si e para outros sem haver necessidade. Por perceber que o comportamento esta excessivo, passa a esconder o que comprou, sai para comprar sozinha, comeca a ter um descontrole financeiro, sente-se angustiada com a situac?o, mas n?o consegue evita-la", explica o Dr. Andre Malbergier, medico e professor do Departamento de Psiquiatria na Faculdade de Medicina da Universidade de S?o Paulo e coordenador do GREA, Grupo Interdisciplinar de Estudos de Alcool e Drogas.

De olho no que voce leva pra casa

Comprar objetos completamente dispensaveis, como uma bolsa nova, tres dias depois de ja ter gasto horrores com a anterior, pode ser um sinal de perigo. "E tambem e preciso ter cuidado quando passamos a comprar mais de um objeto por loja, com frequencia", alerta o psiquiatra.

E dificil resistir as liquidac?es da sua loja preferida, mas n?o da para sair feito louca e abrir a bolsa diante de qualquer placa Sale nas vitrines dos estabelecimentos. O glamour dos shoppings, cart?es de credito, cheques pre-datados e o visual cada vez mais sofisticado das lojas s?o fatores que estimulam a doenca, afirma Andre.

Alerta

Rosana Silva Guimar?es, 36 anos, so percebeu que estava doente quando comecou a comprar objetos inuteis e endividou toda a familia. Fiquei assustada quando meu marido alertou que a divida do cart?o de credito estava maior que o valor do meu carro. Eu sabia que gastava, mas n?o conseguia parar. Comprava coisas que n?o precisava e que nunca nem tirava da caixa, conta a arquiteta.

O medico da um alerta: Quando voce comecar a achar que esta comprando demais, em geral e sinal que o problema existe, pois o habitual e que as pessoas so percebam o problema quando ele esta avancado. Procure um profissional e discuta o tema se voce n?o conseguir se controlar sozinho. Conflitos familiares tornam-se comuns especialmente pelos gastos excessivos e a depress?o pode aparecer neste momento.

Mulheres e a compuls?o

A grande maioria dos compulsivos e composta por mulheres. Elas s?o 90% dos casos. De 30 a 40 anos, classe media e alta, casadas. Muitas comecaram a comprar na adolescencia e aos 30 ja apresentavam problemas serios, conta o psiquiatra.

O site do Serasa disponibiliza um teste desenvolvido por Coordenadores do Ambulatorio do Jogo Patologico e Outros Transtornos do Impulso (AMJO) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clinicas. Se voce preencher a maioria dos criterios, procure ajuda. Mas lembre-se que o diagnostico exato so pode ser dado por profissionais da area.

Voce...

... n?o resiste ao impulso de comprar?
... gasta mais que o planejado e se prejudica financeiramente?
... impede ou prejudica seus planos de vida e das pessoas a sua volta?
... pede dinheiro emprestado para os outros e ate aplica golpes para poder saldar a divida?
... precisa efetuar a compra de qualquer maneira, independentemente do produto comprado?
... percebe que esta comprando coisas que n?o usa ou usa muito pouco?
... assume dividas acima de cinco vezes o valor de sua renda mensal?

Fonte: Serasa ( www.serasa.com.br )

Leia mais sobre: compras

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.