Já pensou em poder desligar o despertador e dar aquela esticada na cama, muito bem-vinda, sem se preocupar em chegar atrasada ao trabalho? Mas trabalhar em casa nem sempre é uma grande diversão

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ModeloiG%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237491669528&_c_=MiGComponente_C

Como tudo na vida, montar um escritório dentro de casa ¿ o famoso home office ¿ tem suas vantagens e desvantagens. Para encarar a aventura, é importante colocar na balança os prós e os contras, como aponta a psicóloga e sócia da Steer Recursos Humanos, Priscila Oliveira. Acredito que um home office seja uma forma inteligente de trabalhar com economia de tempo e de dinheiro. Sem dúvida a questão da comodidade é relevante, explica a psicóloga, que também apresenta alguns pontos negativos. O trabalho solitário, a dificuldade de planejamento de tempo e espaço físico e de posicionar-se perante os demais moradores da casa podem ser alguns dos problemas. Mas com muita disciplina é possível tirar de letra esta experiência. Confira as dicas das especialistas!  

10 coisas a fazer para trabalhar (bem) em casa

1. Defina um local para o trabalho
Antes de tudo é fundamental delimitar o espaço de lazer e a área destinada ao trabalho. Senão vira uma bagunça total e a sua agenda pode ir parar na cozinha, alerta Cristina Papazian, especialista em organização. Priscila concorda que o espaço de trabalho deve ser bem estruturado. Tanto faz se seu home office fica em um cômodo ou é uma adaptação de seu quarto ou sala. O que importa é que seja um local organizado e tenha os equipamentos fundamentais para desempenhar bem a sua atividade profissional.

2. Analise o seu orçamento
Invista apenas em móveis e equipamentos necessários, compatíveis com seu bolso, suas necessidades e seu trabalho, explica Priscila. No caso de adquirir um novo computador, dê preferência ao notebook, assim pode fechá-lo e levar o seu escritório para qualquer lugar. Se ainda não tem uma impressora, aproveite os serviços oferecidos por papelarias, porque além de economizar, você é estimulada ao convívio social, já que passa a maior parte do seu tempo em casa. Quanto ao telefone, prefira um aparelho sem fio. Não é necessário ter uma segunda linha, a menos que todos em sua casa usem muito o telefone, aconselha Cristina.

3. Escolha móveis adequados
Se o seu trabalho exige que fique horas em frente ao computador é importante escolher uma boa cadeira. A ergonômica é uma ótima opção nestes casos. Imagine-se sentada quatro, cinco horas num pufe. Você pode terminar o dia quebrada , alerta Cristina. Para quem está com o orçamento curto, a especialista sugere a compra de uma cadeira simples e adequada ao trabalho no computador. Coloque uma almofada rolo ¿ aquelas usadas em decoração de cama ¿, entre a cintura e a cadeira, e uma almofada quadrada, na região das costas para que mantenha uma boa postura.

Outro item importante em um home office é a prateleira. O espaço entre elas pode ser de 20 centímetros, dispostas na vertical. Nem perca tempo procurando armários próprios para escritórios, eles ocupam muito espaço, diz Cristina. Agora, se você pretende guardar objetos pesados, como livros, opte por cestos coloridos ou caixas. Divida os livros por temas e guarde cada conjunto em peças de cores diferentes, explica. A especialista sugere a elaboração de um catálogo, contendo as cores dos cestos e as respectivas legendas, que pode ser plastificado e fixado com pregadores coloridos. Se o seu espaço é muito pequeno, prefira uma bancada dobrável. Uma poltrona com rodinhas não pode faltar nos escritórios de quem costuma receber clientes.

4. Organize seu espaço
De nada adianta arrumar o local se os pequenos objetos estiverem espalhados. A mesa de trabalho precisa estar sempre limpa. Por isso, disponha estiletes, perfuradores, canetas e lápis em canecas coloridas. Pulseiras redondas de plásticos, coladas umas sobre as outras, também podem fazer a função de porta-caneta. Idéias não faltam, diverte-se Cristina. Procure escolher as mesmas cores usadas para os cestos para não virar Carnaval. Deixe portas-copo no escritório para que ninguém manche seus papéis com suco de uva.

5. Enxugue seus gastos
Procure economizar em contas telefônicas, tentando resolver tudo ou a maior parte do seu trabalho via e¿mail ou pela internet. Pesquise também os planos de voip, principalmente, se faz muitas chamadas interurbanas, aconselha Priscila.

6. Estar em casa x trabalhar em casa
Faça com que as pessoas que moram no seu lar doce lar entendam esta diferença. Você pode estar em casa, mas isso não quer dizer que estará disponível. É importante, também, que elas não confundam seus clientes com amigos para evitar que alguns de seus segredinhos sejam revelados a contatos profissionais, por engano.

7. Liste suas tarefas
Uma boa relação, com tudo o que precisa fazer no seu dia-a-dia, vai ajudá-lo a se organizar. Eleja uma agenda de compromissos como o outlook ou o celular para anotar telefones, recados e lembretes. E procure cumpri-la. Se você se programou para limpar o vidro do seu quarto na quinta-feira, obedeça este prazo. Senão você pode perder tempo em um dia executando uma atividade programada para outro, explica Cristina.

8. Estabeleça horários
Apesar de os horários serem mais flexíveis, é importante lembrar que as responsabilidades assumidas em home office precisam ser compatíveis com as do mundo lá fora. As exceções devem ser administradas levando-se em conta o caráter de urgência do trabalho a ser executado, explica Priscila. Cristina afirma que o ser humano sente necessidade de delimitar o tempo. Mas não é preciso ser rígido, se você resolveu tirar uma hora de lazer ou dormir uma hora a mais, pode muito bem repor este tempo depois, mas sem exagerar.

9. Atualize-se!
Ter um home office significa que você cuidará de seus negócios em tempo integral, assim, é primordial que se aperfeiçoe, leia, estude, busque cursos e especializações e se diferencie, aconselha Priscila.

10. Invista em networking
Dedique um tempo para participar de feiras e eventos para promover seu trabalho e trocar idéias. Aproveite a ocasião para distribuir seu cartão de visitas. Se você é uma empresa, procure manter um site sempre atualizado. As empresas, hoje em dia, procuram profissionais que ajam como se fossem donos do negócio, tenham espírito empreendedor e saibam controlar os gastos em suas áreas. Para isso, a experiência do home office é bastante enriquecedora, conclui Priscila.


Leia mais sobre: trabalho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.