Nada de pressa! Para a noite ser longa, é preciso mandar bem logo de cara. Confira dicas quentíssimas para fazer do ¿antes¿ um portal para uma noite de prazeres sem fim

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ModeloiG%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237491680335&_c_=MiGComponente_C

Muita calma nessa hora! As preliminares são importantes, sim, e nada de pular etapas. Pelo contrário, é hora de se empenhar e deixar o início tão longo quanto a hora do sexo. Assim, você e o seu parceiro se jogam na cama excitadíssimos e sem a menor inibição. A conduta sexual humana necessita da fase do desejo para que ocorra a fase de excitação, porém como a cama virou um palco e as pessoas desempenham papéis, ocorre um desgaste muito precoce nos envolvimentos, o que acaba não permitindo as ligações duradouras, explica o ginecologista e sexólogo Amaury Mendes Junior.

Mas o caminho inverso pode ser feito também: Ao contrário, quando o desejo é estimulado ao máximo com malícia e desenvoltura, o grau de interesse aumenta propiciando chances para que ocorra uma ligação forte. As preliminares dão tempo aos corpos para que possam se aquecer evitando um sexo protocolar e sem possibilidades orgásticas, conta ele.

É também uma boa hora para você se soltar, instigar e ser instigada. Mostrar ao parceiro os lugares que te dão mais prazer e te excitam loucamente. Cada um tem características específicas de prazer sexual que são parte da sua identidade erótica. 90% do ato sexual é composto de cognição erótica sensorial (tato,olfato,visão,paladar,audição) e que potencializa ao máximo o encontro, ultrapassando os limites físicos  dos corpos. Deste modo, preliminares produzem cumplicidade, abrem fronteiras sensoriais, diminuem inibições sociais, e produzem pessoas felizes e apaixonadas, comenta Amaury.

Beijo é tudo

E então vamos caprichar no início. A sexóloga e sex personal Rita Rostirola chama a atenção logo para o beijo. Nada melhor para esquentar o clima, do que começar com um bom beijo.

Porém, tente uma técnica diferente: o que Rita chama de beijo Voo da Borboleta. Se seu parceiro receber esse beijo de olhos fechados, terá a sensação que foi sua vulva que o beijou!, destaca ela.

Para conseguir esse efeito, basta não usar seus dentes ¿ nem sua língua ¿ enquanto beijar, além de procurar massagear com a boca e deixar os lábios relaxados e umedecidos. Qualquer parte do corpo pode receber esse beijo: pescoço, parte interna da coxa, mamilo, palma da mão, regiões mais sensíveis... Aproveite e descubra!

Em 10 passos

O sexólogo Amaury Mendes Junior sugere 10 dicas práticas para melhorar as carícias preliminares e o prazer sexual:

Expresse com palavras eróticas ¿ e sem constrangimentos ¿ as sensações percebidas durante o encontro sexual;

Aposte em brincadeiras eróticas , como os dados do amor ou baralho erótico, costumam produzir um sexo ousado;

Um massageador pode ser agregado para apimentar mais o desejo e o orgasmo e deixar a pele mais sensível;

Fantasias de enfermeira, babá e estudante podem criar um clima mais solto e libertino. Ele também pode virar encanador ou bombeiro;

Um pouco de vinho e nozes durante um banho na hidromassagem produzem uma sensação estimulante;

Cremes comestíveis podem ser espalhados e lambidos pelo corpo de ambos os parceiros. Na falta deles, sinta a própria pele;

Experimente fazer um strip-tease demorado e provocante, dançando na frente do companheiro algemado, ou apenas movimentos embalados por uma música interessante, com seu corpo coladinho no do outro;

Faça-o lamber todos os lugares do seu corpo . Teve um preferido? Insista para que ele continue ali, sem pressa;

Vendas nos olhos podem ser usadas para toques inesperados!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.