Fique atenta: seu corac?o pode estar pedindo socorro -- e voce n?o esta ouvindo

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ModeloiG%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237491698659&_c_=MiGComponente_C

A ALEGAC?O
Sintomas de ataques cardiacos s?o diferentes de acordo com o sexo.

OS FATOS
A maioria das pessoas consegue identificar os sintomas classicos de um ataque cardiaco: dores no peito, falta de ar e uma forte dor no pescoco, costas, mandibula e bracos.

Mas pode haver uma divis?o por genero. Enquanto os sintomas podem variar muito de pessoa para pessoa, estudos mostram que os homens tem maiores chances de demonstrar os sinais classicos.

Ja as mulheres, muitas vezes, experimentam sintomas n?o tipicamente associados a ataques do corac?o, que podem aparecer semanas antes do evento verdadeiro - aquele conhecido pelos medicos como infarto agudo do miocardio.

Alguns pesquisadores destacam que, ate os anos 80, doencas do corac?o eram consideradas um problema masculino. Como resultado, muitos estudos focaram apenas em homens e tracaram uma imagem limitada dos sinais caracteristicos.

Porem, num estudo financiado pelo Instituto Nacional de Saude dos EUA, cientistas se concentraram em pacientes cardiacos femininos, num total de 515. Eles descobriram que, nas semanas anteriores aos ataques, 70% das pacientes relataram uma forte e inexplicavel fadiga, 48% relataram disturbios de sono e pouco menos da metade teve falta de ar, indigest?o e ansiedade.

Durante o ataque, mais de 50% teve falta de ar e fraqueza, e um pouco menos da metade experimentou grande fadiga, suor frio abundante e vertigens. Outros estudos obtiveram resultados similares.

A Associac?o Americana do Corac?o diz que a dor no peito ainda e o aviso mais comum em ambos os sexos e, embora os homens tambem possam apresentar sintomas "atipicos", as mulheres devem ficar especialmente atentas a eles.

CONCLUS?O
De fato, as mulheres tem maiores chances de apresentar sintomas n?o classicos de ataques cardiacos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.