Ministério divulga lista dos 371 locais onde pode ser feita a substituição das próteses PIP e Rofil em caso de rompimento

Silicone da marca PIP
Reuters
Silicone da marca PIP
O Ministério da Saúde divulgou hoje a lista com os 371 hospitais públicos em que as usuárias da prótese de silicone das marcas PIP e Rofil podem fazer a troca do implante, caso tenham recomendação médica para a nova cirurgia.

Entenda o caso das próteses francesas

Desde 2010, os produtos destas marcas francesas e holandesas – usados para estética e também para reparar sequelas de doenças como o câncer de mama - foram condenados por autoridades sanitárias do mundo todo por utilizarem material não autorizado para este fim.

De acordo com relatos de usuárias e médicos, as próteses provocam mais efeitos colaterais – como rompimento e calcificação.

Segundo o governo federal, a orientação inicial é que a substituição seja feita no serviço de referência onde inicialmente o silicone foi colocado. A mesma diretriz vale para clientes das clínicas privadas e para as pacientes que fizeram o procedimento via plano de saúde.

Segundo a nota do Ministério, “em caráter excepcional, os pacientes que estiverem distantes do médico ou do estabelecimento que realizaram o implante poderão procurar um destes 371 serviços de saúde que oferecem cirurgia de média ou alta complexidade ou, ainda, qualquer unidade de saúde ou Centro de Especialidades do SUS mais próximo para a avaliação do implante e das condições de saúde do paciente.”

Veja aqui os endereços :

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.