Laboratório fabricante vai pleitear entrada no mercado do País

A comercialização do ellaOne, um anticoncepcional de emergência que pode ser tomado até cinco dias depois da relação sexual, foi aprovado este mês pelo FDA, Food and Drug Admnistration - órgão que regulamenta os medicamentos nos Estados Unidos.

A avaliação dos agentes da entidade é de que o medicamento é eficiente e seguro e de que não foram encontrados efeitos colaterais consideráveis.

Pílula dos cinco dias depois tem parecer favorável nos EUA
Divulgação
Pílula dos cinco dias depois tem parecer favorável nos EUA
O contraceptivo já é utilizado na Europa desde 2009 e deve chegar agora ao mercado norte-americano. O laboratório fabricante, HRA Pharma, informou que irá pleitear a entrada do medicamento no Brasil nos próximos meses.

O medicamento previne gravidez inibindo ou atrasando a ovulação. Segundo estudos do próprio laboratório, que avaliou 1.700 mulheres, a nova droga reduz a chance de engravidar a 1,8% contra 2,6% da pílula do dia seguinte.

Nos EUA, alguns grupos têm criticado a nova pílula alegando que ela seria mais um medicamento abortivo do que um contraceptivo.

No Brasil a pílula do dia seguinte já é vendida. Se entrar no mercado brasileiro, o medicamento da HRA Pharma será mais uma opção para evitar gestações indesejadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.