Na terceira idade, 45,2% dos que caem bebem com frequência, diz pesquisa

Dois riscos que mais ameaçam a saúde dos idosos caminham de mãos dadas, alerta pesquisa da Universidade Estadual Paulista (Unesp), publicada este mês no Caderno de Saúde Pública.

Segundo os autores, entre as 432 pessoas com mais de 60 anos avaliadas, 45,2% das que alguma vez sofreram quedas, afirmaram ser consumidoras frequentes de bebidas alcoólicas.

As quedas são as grandes inimigas dos idosos, em especial das mulheres , sendo um dos principais motivos de internação, redução de mobilidade e até morte. Já o alcoolismo, atestaram pesquisas recentes, avançou nas estatísticas entre a população mais velha e está exigindo a elaboração de tratamentos diferenciados para a dependência senil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.