O Yoga Pela Paz pretende formar uma verdadeira corrente do bem e, com isso, aumentar a sintonia entre voce e quem vive a sua volta

Em 2007, o Yoga Pela Paz reuniu 7 mil pessoas
Divulgac?o
Em 2007, o Yoga Pela Paz reuniu 7 mil pessoas
Disciplina física e mental e, claro, autoconhecimento. A yoga, com suas inúmeras linhas e vertentes, já é reconhecida mundialmente por todos os benefícios que traz à saúde, mente, alma e para toda a sociedade. No Brasil, a prática começou em 1947, trazida pelo francês Sêvananda Swámi. Em 1964, o conhecido professor DeRose funda o Instituto Brasileiro de Yoga. Hoje a prática tem milhares de adeptos, com lugares espalhados por todo o país.

Os efeitos da prática podem ser percebidos nos órgãos internos, na respiração, no sistema nervoso, na flexibilidade e até na administração do estresse. O que muita gente não sabe é que a yoga também pode ser usada para melhorar o mundo.

Como começou
Em 1993, na cidade de Washington, nos Estados Unidos um grupo de 2500 pessoas se reuniu para meditar contra a violência que, na época, atingia horrivelmente a capital americana. Esse encontro foi chamado de Yoga pela Paz. O resultado? De acordo com a polícia local, houve uma redução de 25% nos casos de violência na cidade.

E foi inspirada pela experiência norte-americana que, aqui no Brasil o evento começou em 2006, com a força de Márcia de Luca, fundadora do Centro Integrado de Yoga, Meditação e Ayurveda (Ciyman), em São Paulo, e Fran Abreu, CEO da agência de publicidade DPTO.

Naquele ano, elas contaram com a participação de 5 mil pessoas em apenas um dia de meditação. Em 2007, com duração de 3 dias, cerca de 7 mil pessoas se reuniram para as práticas, shows e palestras. Em 2008 o número quase triplicou: foram 20 mil pessoas em busca da paz mundial.

”Criamos o evento com a intenção de tornar o mundo melhor. Cada um de nós é responsável por essa mudança e, para isso, é preciso criar uma integração entre corpo, mente e espírito. Yoga e meditação são as ferramentas ideais para oferecermos ao público essa oportunidade singular de desenvolvimento”, conta Márcia de Luca, fundadora do Centro Integrado de Yoga, Meditação e Ayurveda (Ciyman), em São Paulo.

A ciência explica
A física quântica explica como esse evento focado na paz é capaz de atingir toda a sociedade. “A meditação coletiva com foco na paz gera vibrações de grande intensidade energética sutil. Um pequeno número de participantes gera vibrações de grande amplitude, cuja energia é proporcional ao quadrado desta amplitude”, conta Harbans Aurora, Ph.D em Física Quântica pela Universidade de Waterloo (Canadá).


Isso acontece por conta de duas leis: do 1% e da raiz quadrada. Através da ressonância, quando 1% da população medita isso é capaz de beneficiar todo o resto do mundo. “A superposição das ondas de paz gerada pela meditação coletiva, realizada ao mesmo tempo por um grupo de pessoas, corresponde à raiz quadrada do número de pessoas numa cidade”, explica Harbans.

Cem por um milhão
Uma cidade com um milhão de habitantes precisaria de 100 pessoas meditando ao mesmo tempo. As vibrações de paz mudam, pela ressonância, a vibração de quem não está meditando. Os efeitos não são iguais para todo mundo. Mas podem fazer muito bem.

E para entender a importância dessa luta coletiva pela paz é importante conhecer o outro lado desse estado de graça: a própria violência. E ela aparece quando esquecemos a nossa real natureza. O tamanho e a intensidade da violência aumentam quanto maior for a dor que uma pessoa carrega. “Tudo aquilo que entendemos como maldade nesse mundo são mecanismos de defesa criados contra choques de dor (abandono, rejeição, exclusão, humilhação). Assim, todo ato violento é um grito de socorro, é a única forma que a entidade humana em evolução encontra para pedir ajuda”, explica o líder espiritual Prem Baba, participante do Yoga pela Paz 2009.

Não perca
O Yoga Pela Paz 2009 começa em São Paulo no dia 14 de agosto, com aulas na Cia. Athlética (Unidade Kansas). No dia 15, o Sesc Pinheiros disponibilizará aulas de diversos estilos de yoga, apresentações artísticas e palestras que vão de yoga à Física Quântica. A celebração final acontecerá no domingo, dia 16, no Parque do Ibirapuera, a partir das 9h da manhã, que ainda contará com transmissão ao vivo pela internet.

Nesse mesmo dia, unidades da academia Cia. Atlhética do Rio de Janeiro, Curitiba, Brasília, Belo Horizonte, Belém, Manaus, Campinas, Ribeirão Preto e São José dos Campos também estarão com atividades voltadas para o evento. É o país inteiro unido emanando energia para a paz no mundo.

Dica de mestre
E para que você já comece a encontrar a sua paz, o líder espiritual Prem Baba sugere um exercício simples “A dica mais simples possível para quem quer começar a se aproximar da paz é parar por cinco minutos, quatro vezes ao dia e simplesmente ficar em silêncio observando o que se passa dentro de você”. Ele sugere, ainda, um exercício mais desafiador de tolerância: “experimente deixar o outro ter a última palavra”.

Comece a praticar e espalhe a paz!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.