Atitude pode causar dores nas costas, dor no nervo ciático e até hérnia de disco

Andressa Soares: bumbum empinado e salto altíssimo podem levar a hiperlordose
Ag News
Andressa Soares: bumbum empinado e salto altíssimo podem levar a hiperlordose
O bumbum durinho e empinado é sonho de consumo de muitas mulheres. Para isso, há quem malhe sem dó a região. Até aí, tudo bem, desde que os exercícios sejam bem orientados.

Glúteos torneados ou avantajados não representam problemas – o perigo está em forçar a região lombar para dar aquela realçada nas curvas. Por isso, mulheres como as dançarinas Andressa Soares (a Mulher Melancia) e Renata Frisson (a Mulher Melão) devem ter cuidado tanto com a malhação em excesso (que pode levar à síndrome do bumbum sarado ) como com a postura no dia a dia.

A curvatura na região lombar, chamada de lordose, é normal e todo mundo a tem. “O homem ganhou curvas nas regiões cervical, torácica e lombar quando saiu da condição de quadrúpede e virou bípede”, explica o médico Rogério Teixeira, ortopedista da unidade Morumbi do Hospital São Luiz, em São Paulo. Mas quando esse ângulo é muito acentuado, você sai do eixo e passa a ter hiperlordose, que pode trazer sérios problemas à coluna.

Lidando com a dor lombar

“Toda vez que você exacerba a curva lombar, diminui o espaço entre as vértebras. Isso aumenta as chances de dores nas costas , dor no nervo ciático e até hérnia de disco ”, alerta o fisioterapeuta Carlos Wiering, especialista em RPG, ergonomia e esporte, de São Paulo.

E além de problemas físicos, o ato de empinar o bumbum pode trazer problemas estéticos. “Quanto maior a hiperlordose, mais difícil fica de ‘encaixar’ o abdome, daí que a barriga fica saliente. Tudo o que é forçado pode parecer ‘propaganda enganosa’. O melhor é melhorar o volume glúteo com um treino bem feito e não usar a lombar para isso”, argumenta Wiering.

Dor nas costas é a líder de afastamento do trabalho

“O uso constante de salto alto e a gestação também podem provocar hiperlordose, porque mudam o centro de gravidade da mulher, forçando a região lombar. Assim como exercícios em excesso, que podem desequilibrar a musculatura da área”, ressalta Teixeira.

O tratamento da hiperlordose passa pelo reequilíbrio postural. “Em casos mais simples, podem ser recomendados exercícios abdominais e de alongamento da lombar”, diz Wiering. Reforço muscular, exercícios de fisioterapia, RPG e Pilates também estão na lista de indicações.

Boa postura melhora "sensação de poder"

Para voltar ao alinhamento correto e estabilizar o paciente, o tratamento prevê entre 25 e 35 sessões. “Em cada sessão a pessoa ganha mais alinhamento e a postura vai ficando melhor. Mas se ela voltar aos maus hábitos, o problema pode reaparecer”, finaliza o fisioterapeuta.

Siga o iG Saúde no Twitter

Continue lendo:
Massagem é melhor do que remédio para dor nas costas
Alongamento combate dor nas costas durante o frio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.