Tumor tende a ser diferenciado em crianças, mais agressivo em jovens e ignorado por idosas. Entenda os motivos

Câncer de mama apresenta comportamento diferente em várias etapas da vida
Getty Images
Câncer de mama apresenta comportamento diferente em várias etapas da vida
O nome da doença é o mesmo. Mas o quadro clínico, o tratamento e as previsões médicas são completamente diferentes dependendo da idade da paciente. O câncer de mama parece, mas não é um só.

Ainda que a medicina exija diagnósticos individualizados, as produções científicas já alertaram que o comportamento do tumor maligno, em linhas gerais, varia com a faixa-etária de quem o tem. Até crianças podem ser vítimas da doença, mas como dizem os médicos, nestes casos são cânceres na “região da mama” e não “de mama”. Nas jovens adultas – menores de 30 anos – os quadros são mais agressivos. Já nas idosas, com mais de 75, as manifestações costumam ser mais amenas porém os sinais são mais ignorados.  

O Delas entrevistou especialistas brasileiros no assunto para explicar os motivos para o câncer de mama ser diferente em cada fase da vida. Muito mais do que o fator idade, as mutações genéticas, os hormônios e os hábitos de vida são os grandes influenciadores nas diferenciações. Veja o levantamento feito pela reportagem sobre os grupos etários mais recorrentes nas internações pela doença.

Casos de câncer de mama por idade

Registros de internação pela doença, entre 2008 e novembro de 2010, concentram-se entre 50 e 65 anos

Gerando gráfico...
Datasus

Saiba mais mais:

A raridade do câncer de mama infantil

A agressividade do câncer de mama em mulheres jovens

A menopausa, o medo e o câncer de mama em senhoras

O Instituto Nacional do Câncer (Inca), a cada dois anos, também traça o mapa de incidência da doença. No ano passado, último divulgado, foi possível ter um panorama nacional do câncer de mama e o ranking das capitais que foram líderes de casos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.