A dona de casa que revolucionou o simples cafezinho

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237496351586&_c_=MiGComponente_C

O inventor do café expresso foi o italiano Luigi Bezerra, em 1901. Mas foi a alemã Melitta Bentz que facilitou a vida das mulheres ao inventar o coador de papel, em 1908. Tudo aconteceu porque, ocasionalmente, a senhora Bentz recebia reclamações de seu marido de que o gosto do café variava muito e às vezes tinha até sabor de mofo. Analisando o problema, ela chegou à conclusão de que o causador deveria ser o coador de pano, que deixava passar partículas de pó e resíduos dos cafés já feitos anteriormente, o que alterava o sabor da bebida.

Com a visão lógica de uma dona de casa, a senhora Melitta partiu para a solução. No fundo de uma caneca de latão fez vários furos, recortou um pedaço redondo de mata-borrão e usou-o como forro. O resultado foi o primeiro filtro Melitta do mundo.

Quer saber mais curiosidades sobre as mulheres? Confira no Guia das Curiosas , de Marcelo Duarte e Inês de Castro.

Leia outras notícias no Mês da Mulher

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.